O caderno reutilizável inspirado nos quadros da escola

O EcoBook é um caderno que funciona como um quadro branco: escreve-se, apaga-se e reutiliza-se.

A partir dos clássicos quadros brancos das paredes das escolas, dois jovens resolveram transformá-los em cadernos ecológicos que permitem a reutilização de páginas e poupança de papel. O EcoBook é um projecto de empreendedorismo de Pedro Lopes, de 18 anos, e Matheus Gerken, de 20 anos, ambos de Viseu.

Como surgiu a ideia? Pedro Lopes explica, em nota de imprensa, como: “Durante a minha vida de estudante nunca gostei de estudar a lápis, não desliza bem nem é fácil de apagar. Passei a estudar a caneta, mas a caneta não me dá a possibilidade de errar. Lembrei-me que as grandes empresas utilizam quadros brancos para tudo e decidi comprar um. Mas o quadro branco, embora dê para apagar e a caneta seja suave, não é portátil. Então pensei: e se arranjar um quadro branco em forma de caderno?”.

O projecto deu os primeiros passos com uma campanha de crowdfunding realizada na plataforma portuguesa PPL. O objectivo inicial: angariar 1250 euros. O resultado da campanha superou as expectativas: os dois fundadores acabaram por conseguir 2308 euros.

A empresa foi fundada em Setembro de 2014 e está a ser incubada no Programa de Aceleração de Startups do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. A carteira de clientes da EcoBook já inclui entidades como a Acústica Médica, a Câmara Municipal de Viseu, a sociedade de advogados Caldeira Pires, entre outros.

O kit, composto por um caderno e marcador preto, pode ser adquirido em formatos A4 e A5 no site ecobook.pt e em revendedores autorizados no Porto, Lisboa, Viseu e Fátima.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estudantes universitários, já conhecem o uconnec?
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?