No primeiro fim-de-semana de saldos, facturação de moda aumentou 78%

O primeiro fim-de-semana de saldos de 2022  (15 e 16 de Janeiro) chegou ao fim e os resultados demonstram uma evolução positiva face a 2020, já que a facturação total aumentou 17% quando comparada com o período homólogo. Os dados são da rede de pagamentos Reduniq e demonstram também um crescimento de 8% face ao período homólogo da época de saldos anterior (18 e 19 de 2020).

A facturação total do período em análise por sector de actividade, em comparação com o fim-de-semana anterior ao início dos saldos (8 e 9 de Janeiro), destaca a Moda (+78%), Artigos de Desporto (+32%), Pronto a Vestir (+121% ) e Sapatarias (+62%). Já as Perfumarias registaram um crescimento de 44%, os Electrodomésticos e Tecnologia 20% e as Papelarias, Livrarias e Tabaco 12%.

Relativamente ao volume de transacções por região, os distritos que registaram um melhor desempenho nesta época de saldos foram o Porto, com um aumento de 19% na facturação total, e Lisboa, com uma variação de 12% face ao fim-de-semana anterior de 8 e 9 de Janeiro. Comparando com 2020, Lisboa teve uma variação positiva de 5% e, no caso do Porto, de 24%.

«Apesar do atraso do início dos saldos em loja, os valores registados no fim-de-semana de arranque são animadores para o comércio e um sinal positivo de recuperação. O crescimento da facturação poderá, no entanto, ser parcialmente justificado pela passagem de numerário para cartões, assim como o aumento da adesão dos retalhistas aos terminais de pagamento físicos», refere, em comunicado, Tiago Oom, director da Reduniq.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...