Nissan testa autónomo em Tóquio

A Nissan testou, hoje, um protótipo totalmente autónomo nas ruas de Tóquio. Para realizar os testes, a marca automóvel recorreu a um veículo Infinitti Q50, em que integrou o sistema de condução ProPILOT, livre de intervenção humana.

Em comunicado, a Nissan avança que pretende comercializar automóveis com este sistema já a partir de 2020. Com 12 sonares, 12 câmaras e radares de onde de nove milímetros, o sistema permite recolher informação do ambiente e tratar os dados com a ajuda de inteligência artificial.

O ProPILOT permite circular em ruas urbanas e vias rápidas, bastando para isso seleccionar o destino através do sistema de navegação. Da partida à chegada, o condutor transforma-se em mero passageiro.

«O engenho é o cerne de tudo o que fazemos na Nissan», afirma Takao Asami, vice-presidente senior da Nissan responsável pela pesquisa e engenharia avançada. Segundo o responsável, os testes de hoje são exemplo do «trabalho bem-sucedido para a criação de um futuro de condução autónoma acessível para todos».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)