Microinfluencers: Quem são eles?

Texto de Catarina Sanjuan, directora da agência de comunicação Canela PR Lisboa

São cada vez mais as marcas que apostam nos microinfluencers, uma variante do marketing com influencers que se tornou numa das tendências mais proeminentes das relações públicas em 2018. Mas, quem são exactamente os microinfluencers? O que os diferencia de um influencer ou uma celebridade? E acima de tudo… como é que se trabalha com eles?

Os influencers não são todos iguais

Em primeiro lugar, é conveniente ter bem presente as diferenças entre os diversos tipos de influencers:

·        Celebridade (>100.000 followers): é uma pessoa famosa dentro e fora das redes sociais, capaz de influenciar qualquer área sobre a qual é pronunciada. As suas dicas e recomendações atingem inúmeras pessoas; O tamanho da sua comunidade é a sua melhor arma;

·        Macro influencer (10.000-100.000 followers): é famoso nas redes sociais, mas nem sempre fora delas. Conta com uma grande comunidade de seguidores sob os quais tem influência, no entanto não mantém uma relação personalizada com os mesmos;

·        Influencer (5.000-10.000 followers): esse tipo de perfil tem uma comunidade importante nas redes sociais, cujo tamanho permite que mantenha um relacionamento próximo com os seus seguidores e faça recomendações de forma personalizada;

·        Microinfluencer (<5.000 followers): é alguém que tem alguma popularidade nas redes sociais, mantém um relacionamento próximo com os seus seguidores e também é um especialista ou tem credibilidade em certo assunto, o que lhe permite influenciar a favor de determinada marca.

Nesse sentido, os microinfluencers destacam-se por abordarem públicos ou nichos muito específicos, nos quais possuem comunidades pequenas, mas altamente fiéis e activas. Essa proximidade faz com que eles cuidem mais dos conteúdos que partilham e do relacionamento com os seus seguidores.

Portanto, as recomendações dos microinfluencers embora não tenham a notoriedade que tem uma celebridade ou um macroinfluencer, podem ser realmente mais eficazes. Por exemplo, segundo um estudo da consultora especializada Markerly, os Instagramers com menos de mil seguidores recebem 8% de “Likes” nas suas publicações, em comparação com 1,6% das contas com mais de 10 milhões de seguidores, e têm 13 vezes mais sucesso nos comentários. Deste modo, uma infografia da ExpertVoice, uma outra consultora do sector, observa que os microinfluencers alcançam 22% mais de conversões do que qualquer outra categoria de influencers. Em suma, é muito mais provável que um microinfluencer apareça nas cronologias das redes sociais e a sua opinião tenha mais peso do que muitos outros influencers, embora a sua comunidade seja menor.

Como trabalhar com os microinfluencers?

A esta maior proximidade, relevância e influência, acrescenta-se o facto de que os microinfluencers cobram muito menos do que uma celebridade para apoiar uma campanha. Isso significa que cada vez mais marcas optam por apostar o seu orçamento nos microinfluencers do que nos macroinfluencers, que pode não ser tão influente quanto promete.

Mas…como gerir uma campanha com microinfluencers? Estes são os passos básicos:

1.      Desenho da campanha – O primeiro passo é definir o público-alvo que quer alcançar, as mensagens que quer transmitir e os canais que usará para alcançá-lo;

2.      Selecionar os microinfluencers – Procure por perfis que estejam bem posicionados no seu nicho, tenham uma comunidade activa e estejam dispostos a colaborar com as marcas;

3.      Acordar a colaboração – O que oferecerá aos microinfluencers em troca da sua ajuda? O dinheiro nem sempre é necessário: podem ser amostras, presentes, convites, etc;

4.      Desenvolver os materiais – Colabore com o microinfluencer para criar os materiais necessários à campanha. O que funciona melhor é o vídeo e o conteúdo visual;

5.      Lançamento da campanha – É importante que acompanhe o microinfluencer durante todo o processo e esteja atento para reagir aos imprevistos através das R.P em tempo real;

6.      Meça os resultados – Como em qualquer ação de marketing, a medição é essencial para saber se a campanha funciona (tráfego, menções, engagement,etc.).

Os microinfluencers são uma excelente estratégia de marketing e a parte boa disto é que existem milhares de perfis e muitos estão ao alcance de qualquer orçamento: bloguers, instagrammers, youtubers, tweeters…entre tantos outros.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã