Mercedes dá volta ao mundo em veículo movido a hidrogénio

classe-b-f-cell_A Mercedes-Benz vai promover, no final de Janeiro, a F-Cell World Drive, uma viagem pelo mundo com o Classe B F-Cell, o primeiro veículo produzido em série com células de hidrogénio que permite uma condução sem emissões de CO2. A iniciativa pretende demonstrar a eficiência e adequação da tecnologia de células de hidrogénio numa utilização diária e em longas distâncias, bem como efectuar uma campanha para o desenvolvimento de uma rede de abastecimento global de hidrogénio.
Com a duração de 125 dias, a viagem levará três Classe B F-Cell a 14 países de quatro continentes, numa variedade de zonas climatéricas e numa combinação de estradas, desde o asfalto a pisos não pavimentados.
O Classe B F-Cell combina uma autonomia sem emissões de cerca de 400 km, com tempos de abastecimento reduzidos e tem no seu centro um motor eléctrico de nova geração alimentado por células de hidrogénio. A partir destas últimas, é gerada a potência eléctrica pela reacção química entre o oxigénio e o hidrogénio.

Quanto à falta de postos de abastecimento deste elemento em estrada, a Mercedes-Benz estabeleceu uma parceria com a Linde AG que actuará como fornecedor exclusivo de hidrogénio. Um veículo cisterna, desenvolvido especialmente para a F-Cell World Drive em colaboração com aquela empresa, tratará do abastecimento dos veículos com células de hidrogénio em estradas remotas.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pela diversidade no local de trabalho
Automonitor
Porsche mostra versão mais acessível do Taycan