Mercado automóvel europeu cai para mínimos de 17 anos

peugeot_2Em Junho, as vendas de automóveis novos em toda a Europa caíram 5,6%, em termos homólogos, para um total de 1,13 milhões de veículos, de acordo com os dados divulgados pela Associação Europeia de Construtores Automóveis (ACEA, na sigla inglesa). Desde 1996 que não se vendiam tão poucos automóveis, no mês de Junho.

A ACEA divulgou ainda os dados relativos ao primeiro semestre do ano. Entre Janeiro e Junho, as vendas na UE-27 caíram 6,6%, para 6,21 milhões de veículos.

O Reino Unido voltou a ser o único mercado europeu, entre os que têm maior peso, a registar um crescimento de novos registos de automóveis, nomeadamente de 13,4% (para 215 mil veículos) em Junho e 10% (para 1,63 milhões de unidades) nos primeiros seis meses dos ano. O mercado britânico está a crescer há 16 meses consecutivos, o que contrasta com os mercados alemão (-4,7 em Junho, em termo homólogos), francês (-8,4%), italiano (-5,5%) e espanhol (-0,7%).

Em Portugal, a ACAP já havia anunciado um crescimento de 17,6% das vendas de veículos ligeiros de passageiros em Junho e 2,9% em termos semestrais. Porém, a subida de Junho explica-se pelo “facto de terem transitado para Junho matrículas cujas liquidações de ISV (Imposto Sobre Veículos) ocorreram no final de Maio”, devido a uma avaria do sistema informático das Finanças, ressalvou na altura a ACAP.

No que diz respeito aos fabricantes, a Peugeot Citroën, a Fiat e a General Motors foram as mais prejudicadas, com quebras de 10,8%, 12,6% e 9,9% em Junho, respectivamente. Pela positiva, o destaque vai para a Ford, a Seat e a Dacia (marca low-cost da Renault), que aumentaram as vendas em 8,1%, 12,2% e 17%, respectivamente.

Entre as fabricantes de luxo, a Mercedes cresceu 2% em contraciclo, enquanto a BMW e a Audi caíram 7,7 e 8,9%, respectivamente.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual