Mediapost adquire participação maioritária na Innovagency

Um ano depois de as negociações arrancarem, o processo está finalizado. A Mediapost SGPS (filial do Grupo La Poste presente em Portugal desde 2008), especializada em Marketing Relacional, Digital e Data Marketing, formalizou uma posição maioritária na Innovagency, S.A., empresa full service de Estratégia, UX/UI, Tecnologia dedicada aos canais e plataformas digitais.

Antoine Blanchys, director-geral da Mediapost, e Pedro Lobo, CEO da Innovagency, garantiram à Marketeer que as empresas continuarão a actuar de forma independente, sob a sigla do “Groupe La Poste”, e que as marcas Mediapost e Innovagency se mantêm: «Acreditamos na força destas marcas.» Com este movimento as empresas esperam reforçar sinergias no mercado nacional e criar novas ofertas de serviços e tecnologias para o Marketing Digital. Os responsáveis escusaram-se a revelar os valores envolvidos no negócio.

Antoine Blanchys salienta que os três fundadores da Innovagency, que se mantêm na empresa, continuam a deter posições minoritárias, sendo que «o objectivo é manter a qualidade de gestão da Innovagency, as suas capacidades, o seu know how, a reputação e os clientes.» E acrescenta que o grupo La Poste tem prática de, ao deter uma participação maioritária numa empresa, manter os dirigentes e os donos dentro do capital da empresa. Pedro Lobo mantém-se com a direcção-geral da Innovagency, Rui Barbosa com a direcção operacional (tudo o que tem a ver com direcção de produção, engenharia de software e desenvolvimento) e Pedro Barbosa com a direcção de inovação e projectos especiais.

Pedro Lobo comenta: «Acredito que, além do crescimento natural que a Innovagency tem tido, vamos, com a Mediapost, conseguir desenvolver complementaridades que vão levar a novas ofertas no mercado. Também acredito que além do percurso que a Innovagency fez desde 2013 ao nível do negócio internacional, ficamos agora com uma vantagem que é uma ligação ao grupo que de si já é internacional, o que permitirá ainda mais alavancar o negócio para outros mercados além de Portugal.»

«Trata-se de uma oportunidade única para participar na transformação digital das empresas portuguesas como também acelerar a expansão para novas fronteiras, com enfoque para os países europeus, com base no caminho de exportação», concordou Antoine Blanchys.

Antoine Blanchys recorda que, no passado, os grandes investimentos em tecnologia eram muito concentrados em CRM, ERPs e sistemas. «O que estamos a sentir com a transformação digital é uma migração muito forte dos budgets de IT para o customer experience e dentro disso o marketing é muito impactado.»

As empresas tiveram em 2016 um volume de negócios consolidado de 5 milhões de euros (3 da Mediapost e 2 da Innovagency). Na Mediapost, são trabalhados «praticamente todos os players do retalho (seja alimentar ou não alimentar)». Têm também trabalhado na área de media, seguros e consultores. Do lado da Innovagency têm sido trabalhados clientes como Fidelidade, CGD, Fnac, Meo Arena com Blueticket, Lactogal, SIBS, Galp, Agência de Segurança Marítima, Vodafone, ANA e ANF.

No total, empregam 90 colaboradores (35 na Mediapost e 55 na Innovagency), devendo este número crescer ao longo dos próximos meses. «No cenário de crescimento que temos desenhado, a um ano devemos estar a falar de mais ou menos mais 20 pessoas do lado da Innovagency. A Innovagency tem crescimentos de 15 a 20% por ano e a tendência é de recrutamento. Claro que estamos sempre expostos aos mercados nacional e internacional», lembra Pedro Lobo.

Texto de Maria João Lima

Veja na galeria alguns trabalhos com assinatura da Innovagency

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
AUTOBEST 2020: Novo Opel Corsa é um dos finalista