Marks & Spencer prevê nova entrada em Espanha

marks-spencerA britânica Marks & Spencer (M&S) volta a ter o mercado espanhol como foco de atenção, nove anos depois de ter deixado o país, em 2001. A reentrada do Grupo em Espanha faz parte de uma estratégia global mais ampla, que se centrará na abertura de negócios na Europa Continental, China e Índia, com o objectivo de superar o impacto do plano de austeridade britânico. Mark Bolland, o novo presidente da retalhista do Reino Unido, anunciou recentemente a estratégia da empresa para os próximos cinco anos, que passa por abrir-se a novos mercados e «aumentar consideravelmente o número de lojas no estrangeiro, de forma a reduzir a dependência do ciclo económico britânico», explicou Bolland, citado pelo espanhol Cinco Días.

No mapa de expansão da M&S, que tem actualmente 337 lojas em 40 países, a única cidade concretamente assinalada foi Xangai, onde até ao momento a empresa só tem duas lojas. «A China é muito mais que um mercado, para nós», comentou Mark Bolland.

Durante os próximos três anos, a M&S investirá 900 milhões de libras (1.041 milhões de euros) para levar a cabo o seu plano estratégico.

No Reino Unido, entre os planos de combate da M&S à austeridade imposta pelo Governo está ainda a relocalização e ampliação dos seus negócios para que, em 2015, 95% dos britânicos tenha uma loja da insígnia a menos de meia hora de sua casa, de carro. Outra das vertentes desta mudança está na expansão na internet. Entre 2013 e 2014, a empresa quer aumentar o volume de negócio na Web de 80 milhões de libras anuais (92,5 milhões de euros) para 150 milhões de libras (173,5 milhões de euros). Este incremento contará com a parceria da Amazon, que colaborará com a M&S no relançamento do portal online.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)