Marcas de Media são as que têm maior alcance no YouTube

Mais de 90% das 500 marcas globais mais valiosas têm pelo menos um canal no YouTube, na esperança de que as suas comunidades cresçam. Segundo a agência Brandboost by Divimove, as empresas de Media são as que maior alcance registam, com uma média de 2,5 milhões de subscritores em 2018. Em 2017, ficavam-se pelos 1,1 milhões por canal.

Warner Bros (6,4 milhões de subscritores), BBC (5,5 milhões) e ESPN (4,3 milhões) compõem o top 3 a nível mundial. Já no que respeita os maiores níveis de crescimento no YouTube, no ano passado, a lista é liderada pela ESPN, Universal e Thomson Reuters: 86,96%, 83,69% e 82,96%, respectivamente.

Seguem-se as marcas de Telecomunicações com uma média de 740 mil subscritores, o que representa uma quebra face aos 950 mil verificados em 2017. Nesta categoria, a Apple vai à frente com oito milhões de subscritores, logo seguida pela PlayStation (7,8 milhões) e Google (6,8 milhões). As maiores subidas de 2018 pertencem à Netflix (150,33%) e Tencent (123,87%).

No top de categorias com mais subscritores no YouTube, Comida & Bebida é a que segue, com uma média de 530 mil (versus 400,8 mil em 2017). Neste caso, Red Bull lidera (8 milhões), seguida pela coca-Cola (2,7 milhões) e Pepsi (800 mil). A Sprite e a Heineken são as marcas responsáveis pelas maiores evoluções no YouTube, com aumentos de 110,87% e 51,66%.

Automóveis e Vestuário são as categorias seguintes. Na primeira, as marcas com mais subscritores são Ford (1,9 milhões), BMW (820 mil) e Mercedes-Benz (820 mil). Na segunda, destacam-se a Nike (880 mil), Adidas (850 mil) e Christian Dior (540 mil).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)