Marcas de distribuição crescem acima das marcas de fabricante

Pela primeira vez em vários meses, as marcas de distribuição apresentam um crescimento superior ao verificado nas marcas de fabricante: 3,4% versus 2,1%, de acordo com os dados do mais recente Nielsen Scantrends, referente ao período entre 26 de Março e 22 de Abril.

No geral, os bens de grande consumo cresceram 2,5% nesta quadrissemana, face ao período homólogo anterior – em que já tinha crescido 8,3%. A Nielsen explica o desempenho positivo com a celebração da Páscoa, a 1 de Abril.

Na categoria Alimentação, o crescimento foi de 4,1%, conquistando, por isso, o título de mais dinâmica do período. As marcas de fabricantes e as de distribuição cresceram a um ritmo semelhante de 4,2 e 3,9%, respectivamente.

Já nas bebidas, verificou-se uma quebra de 3,2%, a primeira em vários meses de segundo a Nielsen. A justificação poderá estar no frio e chuva que se fizeram sentir em Abril, ao contrário do que aconteceu no ano passado. A maior queda diz respeito às marcas de fabricante (-3,6%), mas as marcas de distribuição também seguiram o mesmo caminho (-1,1%).

Na categoria Higiene Lar, a subida foi de 1,2% na quadrissemana, sendo a evolução positiva impulsionada pelas marcas de fabricante (+2,8%). As marcas de distribuição cresceram 2,2%.

Por fim, Higiene Pessoal cresceu 2,6%, especialmente devido às marcas de distribuição, que saltaram 8,2%. As marcas de fabricante ficaram-se por um aumento de apenas 0,8%.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal