Mais um ano de espectáculo nas praias

A Altice Portugal, através do MEO, voltou a associar-se à Associação Nacional de Surfistas na edição de 2019 da Liga MEO Surf, o campeonato nacional de surf que elege os campeões da modalidade, masculino e feminino. A 28.ª Edição da Liga MEO Surf contou com cinco etapas que passaram pela Ericeira, Figueira da Foz, Porto, Algarve e Cascais.

Esta foi a 9.ª edição em que as marcas da Altice Portugal assumiram o naming da competição. O balanço final foi, uma vez mais, muito positivo. «De Março a Outubro, o MEO percorreu o País, de norte a sul, espelhando a nossa forte e contínua aposta nesta modalidade e assegurando que o nosso compromisso com este desporto se mantém firme. Foi mais uma prova do nosso empenho contínuo, potenciando o seu crescimento e mantendo a nossa aposta nos nossos atletas e na sua formação», afirma fonte oficial do MEO.

A última etapa da Liga MEO Surf 2019 decorreu em Cascais, entre os dias 3 e 5 de Outubro. Ao longo de três dias, estiveram reunidas as melhores condições, com boas ondas e com os atletas a terem uma fantástica performance. No final da quinta e última etapa, Miguel Blanco sagrou-se campeão nacional masculino e Yolanda Sequeira foi a vencedora feminina da Liga MEO Surf 2019.

Os portugueses têm tido uma relação crescente e muito forte com o surf, tendo o seu universo também amadurecido. «Embora seja de saudar a entrada de competidores cada vez mais jovens na Liga MEO Surf, o público de surf, os fãs da modalidade, têm vindo a crescer, não só em número, o que é evidente, como em faixa etária», explica a fonte oficial da marca.

O MEO, através da sua aposta nesta modalidade, pretende transmitir que a prática do desporto vai além da actividade física: molda os jovens transmitindo-lhes valores, como o espírito de equipa ou a resiliência, promove hábitos de vida saudáveis, forma exemplos para a sociedade e ainda é um factor essencial para a melhoria da qualidade de vida.

Mais do que surf

Ao longo do ano, o MEO realizou um conjunto de iniciativas de responsabilidade social, nomeadamente no que diz respeito a acções de sustentabilidade. Sendo uma equipa MEO, o MEO H-Team esteve a par dos esforços que a Altice Portugal e a Fundação Altice realizam em projectos e causas sociais e no voluntariado, onde o colectivo foi dos principais embaixadores de algumas acções, como em projectos de limpeza de praia. «Esta é uma iniciativa única em Portugal e na qual não podíamos deixar de acreditar. Em 2018 contámos com o envolvimento de mais de 900 pessoas, que arrecadaram um total superior a 1000 quilos de lixo. Estes valores são representativos da importância de iniciativas como esta e do apoio de instituições como a Fundação Altice neste sentido», afirma a mesma fonte.

Para além dos eventos da modalidade, o apoio da marca também está reflectido na aposta em atletas e nos seus sonhos. Aposta que já tem mais de uma década, sendo disso exemplo o patrocínio ao Tiago “Saca” Pires na sua carreira no World Tour, ou ao Frederico “Kikas” Morais, surfista apoiado pelo MEO desde 2007.

O mundo de olhos postos em Portugal

Os melhores surfistas do mundo irão passar pelo nosso País no MEO Rip Curl Pro Portugal, prova integrante do WSL World Surf League Tour. A prova, disputada em Peniche e Cascais, teve início no dia 16 deste mês, terminando apenas no dia 28 de Outubro.

Sendo o MEO Rip Curl Pro Portugal a penúltima etapa do World Surf League Tour, a mais importante competição de surf profissional do mundo, as expectativas são sempre muito altas. «Durante vários dias, Portugal vai tornar-se no epicentro do surf mundial e receber a participação dos melhores surfistas do mundo. O MEO vai ter diversas acções durante esta etapa, que serão anunciadas a seu tempo, e que terão um importante foco nos temas da responsabilidade social e da sustentabilidade, tentando assim fazer a sua parte e contribuir para problemáticas que o Mundo hoje tem perante si», explica a fonte, afirmando que Peniche reúne as melhores condições para realizar competições de surf e, em termos competitivos, Portugal pode ficar novamente nas bocas do mundo ao ser o palco da decisão do título mundial. «Para além disso, é uma oportunidade de comunicação do nosso País e das nossas infra-estruturas a nível internacional, dada a afluência de fãs da modalidade, portugueses e estrangeiros, que nos visitam durante estes dias», complementa o responsável.

Talento futuro

O surf é, desde há muito, um desporto além-fronteiras e um cartão-de-visita do nosso País, um elemento fulcral da nossa cultura e da nossa História, em que o MEO tem apostado incansavelmente. «Prova da nossa contínua aposta, é que ainda este ano apresentámos o MEO H-Team, uma equipa de alta competição e composta por promessas do surf nacional, como Afonso Antunes, Santiago Graça, Joaquim Chaves, João Vidal, Mafalda Lopes, Carolina Santos, Miguel Matos, João Roque de Pinho, e cujo mentor é Frederico “Kikas” Morais, embaixador do MEO», explica fonte da marca.

Fazendo da diversidade de cada atleta a força colectiva do MEO H-Team, os valores humanos são fonte de inspiração, nomeadamente a coragem, a criatividade, a honestidade, a resiliência, a empatia, a paixão, a serenidade, a espontaneidade, a humildade e outros valores que nos tornam melhores pessoas, melhores surfistas e não máquinas.

«Esse é o mote que o MEO H-Team vem trazer. Baseado na individualidade de cada um, com o MEO H-Team, o MEO pretende abordar, com naturalidade e frontalidade, questões fundamentais ao desenvolvimento das novas gerações», afirma a mesma fonte.

Com um posicionamento bem definido, dentro e fora da água, cada um dos atletas que compõe esta equipa deve ser visto e reconhecido para lá das suas performances nos heats, para lá dos resultados obtidos em cada uma das provas em que marca presença e compete. «Cada um destes atletas vem munido de valores humanos, individuais e indissociáveis da sua pessoa, passando a ter uma influência positiva nos mais diversos momentos e na sociedade», enaltece.

Uma ode ao mar

Portugal e o mar têm uma ligação muito forte. Foi através do mar que descobrimos e conquistámos o Mundo e durante muitos anos foi o mar que alimentou os portugueses e a economia do País. Fonte do MEO salienta que o facto de, neste momento, Portugal ser um dos países com a maior zona económica exclusiva, sendo 97% do território mar. Estes dados fazem com que o MEO olhe para o mar e para as modalidades que nele se praticam de forma diferente.

«O surf é muito mais do que uma modalidade, representa um estilo de vida e tem valores intrínsecos muito próprios que queremos que estejam também associados à nossa marca. O surf molda os jovens transmitindo-lhes valores, como a resiliência, o respeito pelo mar e pela vida marítima, assim como pelo meio ambiente. Promove hábitos de vida saudáveis, forma exemplos para a sociedade e ainda é um elemento essencial para a melhoria da qualidade de vida e respeito pelo ambiente», afirma.

É neste sentido que a Altice Portugal acredita nestes valores. Através do MEO, enquanto marca de causas, a Altice Portugal quer continuar a potenciar o seu crescimento, seja através do apoio a projectos sociais, a atletas ou às principais provas de surf em Portugal, no fundo.

«Fruto da parceria estabelecida com a WSL, em que somos parceiros tecnológicos de todos os seus eventos realizados em território nacional, a presença no surf vai para além da marca. Ao fornecermos tecnologia de fibra óptica nos eventos, temos a possibilidade de criar novos conteúdos e novas formas de consumir o surf. Paralelamente, temos ainda outros produtos e ofertas que surgem no momento e que são adaptados aos grandes eventos onde nos encontramos inseridos», afirma.

Uma década de apoio

O surf é uma das modalidades com maior crescimento em Portugal nos últimos 10 anos. O MEO tem acompanhado este crescimento, que é reflexo da evolução do desporto a nível mundial, fazendo com que o surf vá, hoje, muito além da competição. «O MEO é um dos principais impulsionadores do surf nacional, historicamente estamos com o surf desde 1997 e nunca mais parámos. Hoje, o surf materializa-se no estilo de vida, nos hábitos de consumo e nos comportamentos de quem o pratica ou aspira a praticar», sublinha.

Assumindo-se como uma das empresas que mais contribui para o crescimento do surf no País, promovendo o que é nacional através do apoio aos eventos competitivos, mas também através do apoio e acompanhamento dos atletas desde cedo, sendo, como exemplo disso, o surfista Frederico “Kikas” Morais, acompanhado pela marca desde muito novo.

«Nos dias que correm, podemos com legitimidade dizer que somos uma marca do surf. Sem sermos uma marca core da indústria, levamos tecnologia aos sítios mais longínquos e inusitados do país, com o intuito de apresentar e levar Portugal ao Mundo. Levamos o surf nacional além-fronteiras através da nossa fibra óptica de última geração, disponibilizada nas várias praias da competição, através da transmissão das mais variadas provas.»

A fonte afirma que o MEO irá, seguramente, continuar a apostar na formação de jovens atletas e dar-lhes todas as oportunidades de singrarem nesta modalidade e ajudá-los a atingir os seus sonhos. «O MEO quer continuar a dar o seu contributo a Portugal através desta modalidade. Queremos contribuir para o reconhecimento dos nossos atletas e do surf nacional a nível internacional, queremos contribuir para uma melhor sociedade e um mundo melhor. Queremos que o surf tenha um importante papel na sociedade, humanizando-o e replicando os seus valores em cada um dos indivíduos que dele fazem parte», afirma.

Enaltecimento da estratégia

Segundo um estudo da OnStrategy, a Liga MEO Surf é um dos eventos mais reputados em Portugal. «É o reflexo de todo o trabalho que temos vindo a desenvolver e a realizar na aposta a esta modalidade. No caso da Liga MEO Surf, é um projecto que vemos ser distinguido pelos atletas, patrocinadores e fãs da modalidade», afirma a fonte mencionada. Este tipo de reconhecimento dá o mote para continuar a assegurar que estes eventos sejam uma referência para quem os visita, construindo uma relação com a marca através da experiência, seja no desporto, música ou em todas as outras áreas apoiadas.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Deloitte tem nova liderança no Marketing e Comunicação
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel