Maio 2022

Tema de Capa

As marcas estão a sair do armário

A inclusão dos temas LGBTI na publicidade é realidade que veio para ficar. Mas, alertam o criativo Pedro Pires e a presidente da ILGA, Ana Aresta, os contextos de inclusão têm de ser naturais e não forçados. Só dessa forma a publicidade consegue ajudar a criar uma consciência de massas e entrar no campo da normalização dos comportamentos.

Certo é que passou a ser cada vez mais comum ver casais não heterossexuais nos anúncios portugueses, seguindo uma realidade que já existe em diversos outros países. Um grande passo se lembrarmos que, em Portugal, esta era uma realidade muito improvável há bem poucos anos, lembram os criativos Marcelo Lourenço, Susana Albuquerque e Ricardo Lourenço. Mas, hoje, de diferentes sectores e para diferentes targets, há marcas a tratar a inclusão por “tu”. Conheça os casos da Belissimo, Free Now, Levi’s, Sumol, Super Bock, Vans, Variações e Yotel.

Pessoas

«A legislação é intransponível. A auto-regulação é a fronteira da ética», refere Manuela Botelho, secretária-geral
da Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN)

As músicas do chef… João Rodrigues


Casos

Liderar a transição energética é o foco da marca DS

Óculos graduados à distância de um clique? Sim, existe

As máquinas de barbear que cortam o desperdício

Vão as sopas conquistar o mercado das cápsulas de café?

Latitid: moda de praia com atitude

A Util é desenhada para os nerds do mobiliário


Estratégias

MEO é mais do que telecomunicações

E se a publicidade ajudasse a salvar o planeta?

São Lourenço do Barrocal aposta na diferenciação

Quinta da Plansel é um caso de estudo e de muito amor

Quem não conhece o Satisfyer Pro 2 que levante a mão

 

Estudos

Quais os desafios e prioridades dos marketeers?

 

Comunicação

Publicidade à lupa : Da coragem

Marcar pontos na excelência

Agente cultural com missão social


Lifestyle

Matilda + Gadgets

 

Cadernos Especiais

Turismo + Saúde + Seguros

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...