Lumina Cascais iluminou Zoe da Renault

Pela primeira vez, a Renault foi marca parceira do Lumina Festival da Luz, que decorreu este fim-de-semana em Cascais. Também pela primeira vez, o atelier OCubo – responsável pela produção do evento – realizou um vídeo mapping num automóvel, precisamente num Zoe, o veículo 100% eléctrico da Renault.

Ricardo Oliveira, director de Comunicação e Imagem da Renault em Portugal, explica à Marketeer a associação, que se irá manter nos próximos anos.

O que pesou na decisão da Renault em apoiar o Lumina?

O nosso conhecimento do Lumina levou-nos a considerar que o mesmo representa uma expressão artística moderna, extremamente visual e espectacular. E que atrai centenas de milhares de espectadores. O tema da edição deste ano, que é “Mundos Fantásticos”, pareceu-nos uma excelente oportunidade para associarmos os automóveis eléctricos que, não temos dúvidas, farão parte do futuro. De um futuro onde a mobilidade individual será diferente, mais silenciosa, com (muito) menor impacto sobre o planeta. Uma nova promessa para a mobilidade…

E o impacto visual de todo o Lumina “casa” muito bem com a aposta da Renault no design do qual o modelo Zoe é um exemplo mas que, hoje, é uma característica muito forte e inquestionável de toda a nossa gama de automóveis.

Em resumo: o Lumina é um festival de arte visual que se associa muito bem à aposta da Renault no design e os mundos fantásticos precisam de automóveis eléctricos. E o Zoe é o primeiro a marcar presença (pelo menos no Lumina). A luz enquanto arte está intrinsecamente relacionada com o eléctrico, e o tema deste ano não poderia reflectir melhor a visão que a Renault tem do futuro automóvel.

De que forma esta associação alavanca a marca? Em particular o modelo Zoe?

Desde logo porque um festival que receberá a visita de centenas de milhares de espectadores é uma excelente oportunidade para “mostrar” a marca, que é integrada no contexto do festival. Não é um patrocínio “habitual”. O Zoe tornou-se, ele próprio, uma instalação artística de luz, que mostra um travelling pelo mundo fantástico, por Portugal. Um espectáculo que só por si transmite uma ideia de modernidade, de design, de forte impacto visual.

O Zoe foi sempre a escolha natural porque, além de reunir em si mesmo todas as “mensagens” que referi acima, representa, pelo facto de ser 100% eléctrico, um conceito de automóvel para um “mundo fantástico” que é precisamente o tema do Lumina.

 Será uma parceria para manter nas próximas edições?

Sim. Algumas das percepções que queremos que sejam associadas à marca demoram tempo a construir. É com a coerência de posicionamento e com tempo que conseguiremos que elas a pouco e pouco sejam associadas à marca e, por isso, a nossa participação em 2016 foi condicionada à manutenção da associação da marca Renault ao Lumina nos próximos anos.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)