Luís Montez: «Quero ter 30 mil pessoas por dia no SBSR»


20110922-_PAF3976_2Arrancou ontem, com a recepção aos campistas, a 19ª edição do Festival Super Bock Super Rock (SBSR) que se realiza na Herdade do Cabeço da Flauta, junto à Praia do Meco, em Sesimbra, até sábado, dia 20 de Julho.

Segundo declarações de Luís Montez, da Música no Coração, a produtora do festival, «a bilheteira este ano está muito melho do que no ano passado», mas o promotor diz que, ainda assim, quer chegar a mais. «Quero ter 30 mil pessoas por dia. Sábado está quase lá. E espero que quinta-feira também seja um bom dia», confidenciou.

Escusando-se a identificar quais terão sido as falhas no ano passado que levaram a que a afluência de público tenha sido inferior à desejada, Luís Montez acredita que, sendo este ano o cartaz mais forte no rock, com cabeças de cartaz como os Queens of The Stone Age, os Artic Monkeys e os The Killers, é de esperar que os números sejam melhores.

O promotor da Música no Coração garante que são várias as melhorias de condições. «Melhorámos muito as condições já desde o ano passado para diminuir o pó do festival, plantámos erva, a zona de alimentação está muito mais cuidada, aumentámos a área de campismo, as casas de banho, temos wi-fi gratuito para os festivaleiros, arruamento no campismo», explica. Ou seja, «o espaço está mais bonito». A ajudar há também o factor metereológico, já que «o tempo está melhor e está mais calor».

Mas há questões que, por mais anos que passem, não se podem alterar pelas vicissitudes do local de implantação do evento. E à cabeça estão os acessos. «O problema maior são os acessos para quem vem em cima da hora. Deixámos de fazer ao domingo porque é o dia tradicional de praia e engarrafava muito a Ponte 25 de Abril», explica. Certo é que a partir de deteminada hora a estrada de acesso ao recinto terá apenas um sentido de circulação. Este ano com o aumento do espaço de estacionamento junto ao recinto, tanto na entrada principal como junto ao campismo, a produtora acabou com a possibilidade de estacionamento na Rotunda do Marco do Grilo e posterior transporte em autocarros da organização.

Problemas a que os patrocinadores parecem passar ao lado ou não tivesse o SBSR este ano mais cinco patrocinadores do que na edição de 2012: os CTT, a Opel, a BIC, a StudioLine e a Amarsul. «Um sinal de que em altura de crise os investimentos publicitários são criteriosamente escolhidos», garante Luís Montez. A verdade, explica, é que «os eventos têm um contacto da marca com os consumidores muito forte. É impossível fazer zapping num festival. As pessoas são impactadas pela marca num momento em que estão bem dispostas e felizes». Daí que seja natural, na opinião do promotor, que a nível mundial os eventos tenham cada vez mais marcas.

Queens Of The Stone Age, Azealia Banks, Arctic Monkeys, The Killers, Carl Craig, Chk Chk Chk, Clã, Gary Clark Jr., Johnny Marr, Manuel Fúria e os Náufragos, Miguel, Owen Pallett, Ricardo Villalobos, Samuel Úria, são alguns dos nomes confirmados para o festival SBSR 2013. O bilhete diário tem o custo de 48 euros, enquanto o passe de três dias custa 90 euros.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
CTO da Altice Portugal distinguido como «Inovador do Ano»
Automonitor
Vídeo: Mesa redonda da 2ª conferência do AUTOMONITOR