Lucros da Zon sobem 21,6% no primeiro semestre

zon_2A Zon anunciou que obteve um resultado líquido consolidado de 24,4 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, o que representa um aumento de 21,6% em relação aos 20 milhões de euros arrecadados no período homólogo do ano passado.

No que diz respeito apenas ao segundo trimestre, a melhoria foi ainda mais significativa, com a empresa a registar uma subida homóloga de 31,3%, para 12,7 milhões de euros, informa a Zon em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No semestre, as receitas da companhia liderada por Rodrigo Costa, e que está em processo de fusão com a Optimus, recuaram 0,8%, para 425 milhões de euros, “sobretudo devido à continuação da pressão sentida nas receitas de canais premium”, explica a operadora.

Ainda assim, o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) avançou 3,2%, para 163,6 milhões de euros, o que se deve à “disciplina nos custos e [ao] enfoque na eficiência”, sublinha a Zon. A margem EBITDA progrediu 1,5 pontos percentuais, para 38,5%.

No final de Junho, a Zon contava com 1543 milhões de clientes, o que significa uma quebra homóloga de 2,7%. Já a receita média por cliente recuou 1% no semestre, para 34,5 euros. Porém, o número de clientes de triple play (televisão, internet e telefone fixo) aumentou 7,6%, para 786,1 mil, enquanto o número de clientes do pacote Íris mais do que duplicou (109,7%), para 338,7 mil. Os clientes Íris representam já 43% da base global de clientes de triple play da Zon.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Conheça o programa completo da XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Já pode encomendar o novo Opel Grandland X Hybrid4