Lucros da Media Capital resistem a quebra das receitas publicitárias

Sem-título_22O Grupo Media Capital fechou 2013 com um resultado líquido de 13,7 milhões de euros, o que representa uma subida de 15% em relação ao exercício anterior. Ainda assim, as receitas relacionadas com publicidade caíram 7%, para 102,7 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo de media, que detém a TVI e a Rádio Comercial, entre outros meios, explica que o aumento dos lucros no ano passado fica a dever-se sobretudo aos “menores encargos financeiros líquidos”, bem como à redução dos impostos.

A quebra das receitas publicitárias foi mais sentida no segmento de Televisão, que recuou 9%, para 86,4 milhões de euros. No segmento de Rádio, os ganhos publicitários mantiveram-se inalterados nos 13,5 milhões de euros. No entanto, no quarto trimestre do ano, o Grupo Media Capital começou a observar uma recuperação dos rendimentos publicitários, que subiram 3% em termos homólogos, para 31,4 milhões de euros, com a área de Televisão a subir 6% e a de Rádio a recuar 11%.

No ano passado, o grupo registou um EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) consolidado de 40,7 milhões de euros, o que representa uma melhoria de 2% em relação ao exercício anterior. Já a margem EBITDA progrediu 0,7 pontos percentuais, para 22,4%. “Esta performance foi obtida por força de uma estratégia de controlo rigoroso de custos e num cenário de reestruturação onde se procurou adequar as estruturas do grupo ao enquadramento macro-económico e às alterações estruturais do sector, estando assim melhor preparado para antecipar e se posicionar da melhor forma face aos importantes desafios e oportunidades que se colocam no ano de 2014”, explica o Grupo Media Capital.

 

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)