Lucros da HTC afundam 83%

HTC_One_360_Wide_2A fabricante taiwanesa de smartphones HTC reportou hoje um resultado líquido de 1,25 mil milhões de dólares de Taiwan (cerca de 32 milhões de euros) no segundo trimestre do ano, menos 83% em relação ao período homólogo do ano passado.

Já no primeiro trimestre, a HTC tinha registado um mínimo histórico em termos de lucros, que se fixaram em 85 milhões de dólares de Taiwan (2,2 milhões de euros, ao câmbio actual). Na altura, a empresa atribuiu os resultados ao atraso no lançamento do seu smartphone de referência, o HTC One.

Entre Abril e Junho, as receitas da HTC caíram 22%, para 70,7 mil milhões de dólares de Taiwan (1,8 mil milhões de euros), segundo um comunicado da empresa asiática.

A empresa, que até já foi líder no mercado norte-americano entre as fabricantes de smartphones baseados no sistema operativo Android, da Google, deposita todas as esperanças no HTC One (amplamente elogiado pelas crítica) para revitalizar as vendas na segunda metade do ano. Nos próximos meses, a empresa deverá alargar a gama One a duas novas versões, uma com maiores dimensões em relação ao original e outra mais reduzida – um segmento onde poderá competir com o Galaxy S4 Mini, recentemente anunciado, e, eventualmente, com a aguardada versão mini e low-cost do iPhone.

Nos últimos dos anos, a HTC perdeu mais de 70% do seu valor de mercado. No primeiro trimestre de 2013, a empresa detinha uma quota de 2,5% do mercado mundial de smartphones, de acordo com os dados da analista Gartner.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão