Lucros da Cofina caem 22,6% no primeiro semestre

cofina-mediaO Grupo Cofina obteve um resultado líquido consolidado de 500 mil euros nos primeiros seis meses do ano, o que representa uma quebra de 22,6% em relação aos lucros de 646 mil euros no período homólogo de 2012.

O resultado fica a dever-se sobretudo à quebra de 9%, em termos homólogos, das receitas operacionais, para 51 milhões de euros. O grupo de media que detém o “Correio da Manhã”, o “Record”, o “Jornal de Negócios”, entre outros títulos, perdeu sobretudo nas receitas publicitárias, que diminuíram 16,7% para 16,65 milhões, mas também nas receitas de circulação (número de exemplares vendidos), que recuaram 6,7%, para 27,7 milhões de euros. Já as receitas associadas ao marketing alternativo registaram um crescimento de 7,3%, para 5,7 milhões de euros.

O grupo presidido por Paulo Fernandes compensou em parte a quebra das receitas com um plano de redução de custos, que permitiu diminuir os custos operacionais em 7,8% no primeiro semestre, para 45,29 milhões de euros.

No período em análise, o Grupo Cofina encaixou um resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) consolidado de 5,75 milhões de euros, o que reflecte uma quebra de 17,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a margem EBITDA recuou 1,2 pontos percentuais, para 11,3%.

A 30 de Junho, a dívida líquida nominal da Cofina era de 74,5 milhões de euros.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?