Llorente & Cuenca eleita melhor consultora da Europa e da América Latina

Logo-LLC_2A consultora, presente em Portugal desde 2011 através do seu escritório em Lisboa, a Imago-Llorente & Cuenca, foi distinguida com 12 prémios na 10ª edição dos International Business Awards 2013, cuja cerimónia decorreu ontem em Barcelona, Espanha.

A Llorente & Cuenca arrecadou três medalhas de ouro (incluindo as de “Melhor Consultora na Europa” e “Melhor Consultora na América Latina”), quatro de prata e três de bronze, tendo sido ainda distinguida com o Grand Stevie, o prémio máximo da competição para as empresas com melhor portefólio de trabalhos apresentados, e o People’s Choice, atribuído por votação entre as agências que foram reconhecidas como “Empresa do Ano” em cada uma das categorias.

A consultora recebeu ainda um Gold Stevie Award para consultora do ano na América Latina e outro pelo projecto “Goal to Brasil”, repartido com a agência brasileira Máquina da Notícia. Os prémios contaram com a participação de mais de 3300 candidaturas de empresas de 50 países.

«Na última edição do prémio, a empresa recebeu quatro prémios e este ano, não só superámos amplamente este número, como conseguimos destacar-nos nas categorias mais relevantes da competição», sublinha em nota de imprensa José Antonio Llorente, fundador e presidente da consultora. «Os prémios alcançados confirmam também o grande crescimento que a empresa atravessa na América Latina. Este bom momento é evidente no crescimento da dimensão dos escritórios e da facturação, que representa já 65% do total da empresa», acrescenta.

Os International Business Awards reconhecem os êxitos empresariais à escala global. Contemplam várias categorias, como Gestão, Empresa do Ano, Serviço ao Cliente, Recursos Humanos, Tecnologias de Informação, Marketing, Novos Produtos, Relações Públicas, Comunicação Online ou Novas Tecnologias. Em cada categoria são premiados os três melhores projectos com os Gold, Silver e Bronze Stevie Awards.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão