Lisboa regressa ao antigamente com a YDreams

A Ydreams, empresa global especializada em interfaces naturais, criou o Lisbon Story Centre, um centro interpretativo da história da cidade, que alia tecnologia e rigor histórico.

A exposição, desenvolvida em conjunto com a Câmara Municipal de Lisboa e a Associação de Turismo de Lisboa, encontra-se no renovado Terreiro do Paço.

Numa área de dois mil metros quadrados, a tecnologia Ydreams proporciona aos que por lá passam uma viagem de uma hora pela história de Lisboa, desde a fundação da cidade à revolução de 25 de Abril de 1974.

Nesta “viagem pelo tempo”, os visitantes têm a oportunidade de conhecer os odores das especiarias, que motivaram a expansão marítima portuguesa. Destaque ainda para a maqueta da cidade pré-pombalina, que dá uma visão da capital antes do terramoto e ajuda a contextualizar o património apresentado.

Nesse sentido, a empresa desenvolveu um interface que concentra a informação necessária para a visita ao Lisbon Story Centre. Através de um screensaver, a aplicação antecipa os conteúdos disponíveis e convida à interacção com o ecrã. Desta forma, os utilizadores poderão ter acesso a um texto introdutório, alusivo à malha urbana da cidade e a vários outros conteúdos.

De referir que, no Lisbon Story Centre, foi ainda reconstituído, a quatro dimensões, o terramoto que abalou a cidade a 1 de Novembro de 1755. Na demonstração é possível sentir a terra a tremer, e existe uma representação teatral que ilustra o que aconteceu naquele dia.

«O objectivo desta solução foi criar interacção com os visitantes da cidade, mas também com os habitantes locais», explica em comunicado Filipe Caldas de Vasconcellos, global managing director da Ydreams. O profissional reforça que através das soluções da empresa, «o Lisbon Story Centre apresenta aos seus visitantes a experiência “Lisboa”, mostrando-lhes a evolução que a cidade atravessou nos últimos séculos de uma maneira descomplicada e moderna, que é também interessante para quem mora na cidade mas desconhece a evolução que esta sofreu nos últimos séculos».

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Human Resources ultrapassa marca dos 115 000 seguidores no LinkedIn
Automonitor
Vídeo: Mesa redonda da 2ª conferência do AUTOMONITOR