Liderar a transição energética é o foco da marca DS

Depois de um processo de autonomização da Cirtoën, a marca do Grupo Stellantis continua a jogar trunfos fortes para se assumir no segmento premium e ganhar a liderança na transição energética.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

A DS tem como ambição ser a representante do luxo francês na indústria automóvel, ocupando um lugar que, diz, não existia no premium. Depois de um processo de autonomização da Citroën, a marca do Grupo Stellantis está agora a trabalhar em dois pilares: excelência nos produtos e na experiência de condução, contando para isso com a herança que traz ao nível da manufactura e das técnicas inovadoras de fabrico com materiais nobres e seguindo uma filosofia de criação francesa. Marca criada em 2014 e apresentada ao mercado em 2015, nestes sete anos conseguiu conquistar 1,5 % de quota do mercado premium europeu, sendo que, no mercado português, é a sétima, com o Top 3 a ser ocupado pela Mercedes, BMW e Volvo (Fonte ACAP). Agora, joga dois novos trunfos, o DS4 e o DS9, alargando o portefólio e chegando a potenciais novos clientes.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Maio de 2022 da revista Marketeer.



Artigos relacionados
Comentários
A carregar...