Leite materno ajuda ao desenvolvimento cardiovascular de bebés prematuros

Um estudo realizado junto de 80 bebés prematuros demonstra que uma maior exposição ao leite materno tem efeitos benéficos no desenvolvimento cardiovascular: a função cardíaca melhora ao ponto de apresentarem valores aproximados aos de bebés que nasceram em tempo normal, segundo adianta a Suavinex. A investigação foi liderada por Afif El-Khuffash, professor clínico de Pediatria no RCSI e consultor de Neonatologia no Rotunda Hospital, em Dublin.

“Bebés prematuros amamentados especificamente com leite da sua mãe durante as primeiras semanas de vida, depois do parto, tiveram a função esquerda e direita do coração melhor desenvolvida”, indica a Suavinex em comunicado, indicando ainda que os resultados foram visíveis antes de alta hospitalar e que se prolongaram até um ano de idade (duração do acompanhamento individual).

Citado pela marca especializada em produtos de puericultura, o professor responsável pelo estudo sublinha que esta investigação representa «a primeira evidência de uma associação entre a nutrição precoce do crescimento pós-natal em bebés prematuros e a função cardíaca no primeiro ano de idade».

Além disso, vem complementar «os já conhecidos benefícios do leite materno nos bebés nascidos antes de tempo». De acordo com Afif El-Khuffash, «os bebés prematuros têm uma função cardíaca atípica. Contudo, os que são alimentados com leite da sua própria mãe demonstram uma recuperação da função cardíaca a níveis comparáveis com bebés saudáveis nascidos a termo certo. Bebés prematuros alimentados com fórmula não demonstram esta recuperação».

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...