Jovens empresários querem ser independentes

O que leva um jovem a criar um negócio em Portugal? 40% aponta o desejo de independência e 25% afirma que queria tornar realidade uma ideia de negócio. O estudo “Walk with Me” da Sage indica ainda que 70% quer deixar um legado de que as pessoas se lembrem, 69% quer fazer o bem e 59% acredita que irá iniciar mais do que um negócio no decorrer da sua vida. Os jovens empresários portugueses valorizam, contudo, mais a vida pessoal do que o trabalho (75%).

O estudo da Sage, realizado a nível global, revela ainda que os empreendedores Millennials podem integrar cinco perfis diferentes:

Os Planificadores – Fazem muitas perguntas, são extremamente metódicos e gostam de planear de forma cautelosa todo o seu trabalho;

Os Tecnológicos – Acreditam no poder e eficiência da tecnologia como motor para os seus negócios. Acreditam também nas suas próprias capacidades para encontrar com precisão os seus clientes actuais e futuros;

Os Exploradores – Gostam do desconhecido e confiam nos seus instintos para explorar territórios por onde nunca navegaram. Consideram importante apostar numa imagem moderna para que possa ficar para a história;

Os Realistas – São uma espécie de combinação dos perfis anteriores: são criativos mas confiam na tecnologia par ter sucesso e alternam entre o instinto e o método para tomar decisões;

Os Aventureiros – Sempre à procura do próximo desafio porque se aborrecem facilmente. São empreendedores que não se preocupam com as aparências e que trabalham melhor entre outros.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...