Japão no horizonte do calçado português

“O Japão está definitivamente de volta ao horizonte das companhias portuguesas.” A afirmação é da Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos (APICCAPS), em comunicado publicado na plataforma Portugueses Shoes.

De acordo com a associação, o investimento em novos mercados, especialmente fora da Europa, é uma das principais prioridades da indústria nacional de calçado para os próximos anos. O Japão parece estar a ganhar força, nomeadamente através da presença de 15 empresas na feira Fashion World Tokyo: “O maior avanço de Portugal num mercado asiático em mais de 20 anos.”

Apesar de a aposta no Japão estar a crescer, Luís Onofre, presidente da APICCAPS, avança que os EUA são a grande prioridade. De acordo com o responsável, trata-se do maior importador de calçado e a terra das oportunidades.

A par dos EUA, a APICCAPS está de olhos postos em países abrangidos pelos acordos de comércio livre com a União Europeia, incluindo Coreia do Norte, Singapura, Chile, Colômbia e Canadá. Nesta perspectiva, «o investimento em países como Japão e China é fundamental para que o calçado português se posicione como uma referência internacional».

A aposta no Japão é ainda justificada pelos mais recentes números: nos últimos cinco anos, as exportações para este país aumentaram 70% para 13 milhões de euros.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão