Jameson: influenciadores dão visibilidade ao Movember

Novembro já está perto do fim mas ainda há tempo para participar na campanha Jameson Stachemates e contribuir para o Movember – movimento que pretende alertar para a saúde dos homens. Gonçalo Pereira, senior Brand manager de Whiskies na Pernod Ricard, conta como tem evoluído a adesão dos portugueses ao movimento, desde que a marca se juntou à causa há três anos.

O responsável revela, ainda, à Marketeer quais os critérios utilizados para escolher os influenciadores parceiros e qual o retorno esperado.

Como tem sido a evolução do movimento, em Portugal, desde que a Jameson se juntou ao Movember há três anos?

Pelo terceiro ano consecutivo, a Jameson voltou a apoiar esta causa e o balanço tem sido bastante positivo. Todos os anos esforçamo-nos para amplificar a nossa campanha, com o intuito de dar cada vez mais visibilidade a esta causa.

Este ano, em conjunto com nove barbearias espalhadas de Norte a Sul do País, desafiamos os homens a deixarem crescer o seu bigode e, por cada bigode não feito, a Jameson doa 1€ à Movember Foundation e oferece Jameson Caskmates!

Este ano, por exemplo, a nossa campanha tornou-se ainda mais inclusiva permitindo que todas as pessoas possam participar, de forma gratuita, e para isso basta partilharem uma foto com um bigode (real ou postiço) com a hashtag #jamesonstachemates nas redes sociais e a Jameson doará 1€ para esta causa.

O Movember não é só para homens. Como podem as mulheres participar?

As mulheres também podem, e devem, apoiar o movimento Jameson Stache Mates. Através da campanha digital de Jameson associada a esta causa, qualquer mulher pode participar, tirando uma fotografia com um dedo sobre os lábios, brincar com uma madeixa de cabelo ou com bigodes postiços. Partilhando-a com a hashtag #JamesonStachemates, automaticamente 1€ é revertido para a causa. Numa procura hoje, pelo Instagram e Facebook, com a #jamesonstachemates vemos que há uma participação considerável de mulheres, o que é excelente.

Como são escolhidas as figuras públicas que se associam à causa? E que impacto tem a aposta neste tipo de influenciadores?

Decidimos apostar em figuras públicas alinhadas com o target da marca – urbanos, activos e criativos. Convidámos, entre outros, para se juntarem ao movimento o Hélio Morais e o Moullinex pessoas que reflectem o carácter da marca. Ainda assim, sendo este um movimento para todos, tivemos todo o gosto em nos associarmos a outras figuras públicas como a Luísa Barbosa, representando o importante papel das mulheres nesta causa. A aposta nestes influenciadores é uma mais-valia porque dá muita visibilidade a este movimento e, devido à sua influência mediática, faz com que esta causa tenha uma amplitude maior. Além disso, cria-se um efeito viral, porque estas pessoas desafiaram outras pessoas a participar e a fazer uma partilha nas redes sociais.

Estamos quase no final de Novembro. Quais são os resultados até agora e quais as expectativas até ao fim da campanha?

A campanha tem corrido muito bem. Para além das várias figuras públicas que posteriormente se vieram juntar ao movimento, como foi o caso do comediante Diogo Faro, contamos com centenas de partilhas só no Instagram. Ainda faltam cerca de 10 dias para a campanha terminar pelo que lanço o desafio a todas as pessoas de tirarem uma fotografia e a publicarem de forma a apoiar este movimento. Todas as fotos contam!

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
As japonesas não podem usar óculos no trabalho. Imagina porquê?
Automonitor
Cybertruck: Tesla vai antecipar produção com versão mais cara