Já estão abertas as candidaturas ao Protechting 4.0

Foi hoje lançado o Protechting 4.0, o programa de impacto social da Fidelidade e da Fosun que aposta, nesta quarta edição, em conferir uma maior dimensão global à iniciativa. O objectivo é apoiar o desenvolvimento de projectos internacionais e sustentáveis, que contribuam para uma maior protecção das pessoas nas áreas de Healthtech, Insurtech e Fintech.

Nesta nova edição, as novidades consistem no reforço da participação da Luz Saúde, assim como do banco privado alemão Hauck & Aufhäuser. Já a seguradora peruana La Positiva Seguros y Reaseguros estreia-se na competição. O investimento reforçado nesta edição permitirá ampliar a prospecção do negócio da Fidelidade para geografias onde tem operações, como África e América Latina.

«Com o lançamento do Protechting 4.0, consolidamos a referência do nosso programa no contexto internacional, alargando a abrangência geográfica aos países onde a Fidelidade está presente, como o Peru e Macau. De destacar que a edição deste ano vai também privilegiar o empreendedorismo social, procurando integrar startups com valor acrescentado para a comunidade ao nível da sustentabilidade social», afirma Jorge Magalhães Correia, presidente da Fidelidade e global partner da Fosun.

Dando continuidade à estratégia de globalização do programa, o Protechting 4.0 contará com acções internacionais de scouting durante a fase de candidaturas. As mesmas acontecerão junto de parceiros e em eventos de empreendedorismo na América do Sul, África, Europa, China e Macau.

Rogério Campos Henriques, vice-presidente do Grupo Fidelidade, refere que o Protechting é parte integrante da inovação da empresa, permitindo encontrar novas experiências que façam a diferença junto do cliente. «Queremos uma maior disrupção no negócio, nomeadamente em áreas mais próximas dos serviços do que dos seguros, uma estratégia que visa aumentar a relevância da Fidelidade no dia-a-dia dos nossos clientes.»

Destaque ainda para, desta feita, o programa estar aberto a empresas lucrativas que tenham um impacto na sociedade, sejam uma startup ou não. E ainda para o programa de pré-aceleração, destinado a startups numa fase mais inicial, provenientes de outras geografias e com menor maturidade tecnológica.

Isabel Vaz, CEO da Luz Saúde, destaca a importância desta parceria que possibilita aumentar a inovação na área da Saúde. «Como parceiro-chave do Programa Protechting, o Hospital da Luz Learning Health tem assegurado e promovido conexões entre startups e profissionais da área da saúde com evidente sucesso, conseguindo resultados efectivos na criação de valor para os doentes. O Protechting 4.0 permite-nos continuar a estar próximo das soluções mais inovadoras nas áreas da prestação e gestão de cuidados de saúde a nível internacional. É um desafio ao qual temos orgulho de estar associados desde o início e que reforça de forma incontornável a colaboração entre a Luz Saúde e a Fidelidade.»

As inscrições para a quarta edição do Protechting já estão abertas e decorrem até Setembro. O vencedor, para além de integrar um roadshow na China, será premiado com 10 mil euros.

Texto de Rafael Paiva Reis

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta empresa está no top 3 das empresas mais atractivas para jovens
Automonitor
FIA escolhe Braga como palco do Hill Climb Masters 2020