Já arrancou a 4ª edição dos Nutrition Awards

nutrition-awardsA Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN) e a agência GCI lançaram ontem a 4ª edição dos Nutrition Awards. O período de candidaturas prolonga-se até ao dia 15 de Junho no site do evento.

Com o objectivo de se aproximar do programa “Portugal Sou Eu”, promovido pelo Ministério da Economia e do Emprego, a edição deste ano dos Nutrition Awards está dividida em cinco categorias: Produto Inovação, Serviço Inovação, Investigação & Desenvolvimento, Iniciativa e Mobilização, Prémio Especial Comunicação.

O concurso tem como objectivo premiar projectos que se destacam pela inovação e mérito científico na área da nutrição e do bem-estar e que visam a promoção de estilos de vida saudáveis e de uma alimentação adequada. Está aberto a universidades, empresas, administração pública, autarquias, associações sectoriais, associações não governamentais e profissionais em nome individual.

Os vencedores dos galardões Nutrition Awards passam a dispor de um selo de reconhecimento de qualidade e distinção, que “poderão utilizar como reforço na credibilização dos seus produtos, serviços e projectos e como ferramenta de marketing e comunicação”, salienta a organização em nota de imprensa. Poderá ainda ser considerada a atribuição de bolsas para investigação a pessoas singulares.

A organização sublinha que, no ano passado, as exportações do sector agro-alimentar cresceram 6,2%, com sete mercados extra-comunitários entre os seus principais clientes. “Um posicionamento que agrega investigação, melhores produtos e que conduz às melhores formas de abordar a temática de uma alimentação saudável”, reitera.

Os Nutrition Awards contam com o apoio governamental do Ministério da Economia e do Emprego, do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação e Ciência.

O regulamento do concurso pode ser consultado aqui.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo