Investimento publicitário vai crescer 2% em Portugal

A Magna Global, unidade de estratégia global do IPG Mediabrands, prevê um crescimento de 2% no mercado publicitário português, atingindo os 556 milhões de euros este ano. A estimativa aponta ainda para um aumento de 3,7% para 505 mil milhões de dólares (cerca de 444 mil milhões de euros) a nível mundial.

O relatório em que estão presentes estas conclusões descreve a evolução como moderada, acrescentando que em Portugal se deverá verificar, ainda assim, um crescimento a um ritmo mais lento face à tendência verificada nos últimos anos. Nos próximos cinco anos, é esperado que o mercado nacional mantenha uma subida constante de entre 3 e 5% no investimento publicitário, com o digital a ganhar terreno em relação à televisão.

Para já, o pequeno ecrã ainda é, porém, o principal meio, controlando perto de metade das receitas publicitárias. De acordo com a Magna Global, esta realidade contrasta com a de outros mercados da Europa Ocidental, onde o peso da televisão caiu para 28%.

Ainda sobre a televisão, o mesmo estudo aponta para um crescimento a dois dígitos, nos últimos dois anos, da televisão paga, representando já 22% do investimento em publicidade neste meio.

A internet, por seu turno, continua a crescer, apresentando um peso de 25% no investimento publicitário. Para este ano, a previsão é de mais 17%, face a 2016, esperando-se ainda a manutenção do crescimento a dois dígitos ao longo dos próximos anos.

Tendo em conta o total do mundo digital, o search é responsável pela maior fatia (34%). O vídeo e as redes sociais, são, contudo, os meios digitais que evidenciam um aumento maior no investimento.

«As previsões para 2017 demonstram que, independentemente das plataformas que ganham ou perdem terreno, o investimento mantém a tendência positiva, o que é um bom indicador para o mercado», comenta Alberto Rui Pereira, CEO da IPG Mediabrands, em comunicado.

Mercado publicitário mundial

O crescimento de 3,7% previsto para o investimento publicitário a nível mundial representa uma quebra no ritmo face ao ano anterior, quando a evolução tinha sido de 5,9%. Este fenómeno é explicado com a falta de grandes eventos desportivos ou de eleições com impacto em vários países.

No próximo ano, no entanto, a tendência deverá inverter-se, com a realização do Campeonato do Mundo de Futebol e dos Jogos Olímpicos de Inverno. O crescimento esperado para 2018 é de 4,5%.

China, Espanha, Índia e Rússia são os mercados que deverão registar maiores níveis de crescimento no investimento publicitário.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Eleven Sports tem novo CEO
Automonitor
Pai do McLaren F1 revela pela imagem de novo hiperdesportivo com 700 CV