Investimento publicitário vai aumentar 4,4%

Estabilidade é a palavra que define o investimento publicitário, a nível mundial, para os próximos anos. Segundo o mais recente relatório da Zenith, deverão registar-se aumentos anuais na ordem dos 4,4% até 2021. Este ano, o investimento deverá ascender a 640 mil milhões de dólares (580 mil milhões de euros).

A Zenith destaca ainda o forte investimento em redes sociais já este ano: prevê-se uma subida de 20% para 84 mil milhões de dólares (76,1 mil milhões de euros). Caso a previsão de concretize, estas plataformas tornar-se-ão o terceiro maior alvo de investimento publicitário, apenas atrás da televisão e dos motores de busca.

Nesse sentido, as redes sociais deverão responder já este ano por 13% do total da publicidade global. A televisão, por seu turno, chamará a si 29% e os motores de busca cerca de 17%. Os meios impressos (revistas e jornais) não receberão mais do que 6% do investimento.

Ainda no que aos motores de busca diz respeito, a Zenith indica que o investimento superará os 100 mil milhões de dólares (90,7 mil milhões de euros) pela primeira vez. No final deste ano, plataformas como Google, Bing ou Yahoo deverão ser alvo de 107 mil milhões de dólares (aproximadamente 97 mil milhões de euros) de investimento publicitário. Trata-se de um crescimento anual de 8%. Mantendo-se este ritmo, representarão 18% do total de investimento em 2021.

A televisão, por seu turno, ultrapassará os 182 mil milhões de dólares (165 mil milhões de dólares) no final deste ano. Porém, ao contrário do que acontece com os outros meios, a tendência será de quebra: em 2021, deverá ficar-se pelos 180 mil milhões de dólares (163,1 mil milhões de euros).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Produção de carros em outubro quase nos 15%