Investimento publicitário recua 4,4% na Europa

down_trend_2A recuperação do mercado publicitário global está a ser travada pela crise económica na Europa, região que registou uma quebra do investimento na ordem dos 4,4% no primeiro trimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2012, de acordo com o relatório Global AdView Pulse, divulgado pela Nielsen.

“É óbvio que o investimento publicitário [na Europa] continua a cair devido aos problemas económicos da região”, sublinha a Nielen. E acrescenta: “Parece improvável que a região venha a recuperar destes desafios no curto prazo”.

Em termos globais, o investimento publicitário atingiu, entre Janeiro e Março, 76,6 mil milhões de dólares (cerca de 58,2 mil milhões de euros), o que representa um crescimento de 1,9%, em termos homólogos. Apesar da evolução positiva, os números revelam uma diminuição do ritmo de crescimento em relação ao trimestre anterior (Outubro a Dezembro de 2012), quando o investimento publicitário cresceu 3,2%, em termos homólogos.

A América Latina foi a região que apresentou o maior ritmo de crescimento, tendo os gastos com publicidade subido 11,9% no primeiro trimestre. “De forma impressionante, o investimento cresceu em todos os países da região”, informa a Nielsen.

A América Latina prepara-se para receber o Campeonato do Mundo de futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, que terão lugar no Brasil e deverão aguçar o apetite dos anunciantes. Ainda assim, a consultora adverte que “esta região emergente enfrenta, contudo, os seus próprios desafios, à medida que alguns países, como a Argentina, enfrentam problemas de desemprego e inflação”.

Ainda segundo o relatório da Nielsen, o investimento publicitário cresceu 2,9% no Médio Oriente e em África, e manteve-se estagnado na América do Norte.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Apresentações estratégicas dão mote a nova academia em Lisboa
Automonitor
Hyundai NEXO: 6 coisas que precisa saber