Intermarché quer abrir mais 63 lojas até 2020

O plano do Intermarché para os próximos cinco anos é aumentar o parque de lojas para 294 o que implica a abertura de 63 novos espaços e um investimento de 200 milhões de euros. A inauguração da loja em Vila Nova da Barquinha a 30 de Julho é um sinal de que a estratégia está a ser cumprida.

Mas a nova loja no distrito de Santarém representa também uma mudança a nível estético e organizacional nos espaços da insígnia alimentar do Grupo Mosqueteiros. As lojas focam-se, agora, em três áreas «que respondem às missões de compra do consumidor», garante Mathieu Descoubes, administrador do Intermarché, em comunicado.

As três áreas dividem-se, então, entre uma entrada com tudo o que o cliente quer à mão para consumo imediato, onde se inclui cafetaria, restauração e take-away; uma zona de compra diária onde estão os produtos frescos como a padaria, pastelaria, frutas, legumes, charcutaria, talho e peixaria; e por fim, uma área de consumo mais alargado com produtos alimentares e não alimentares.

«Neste layout destacam-se ainda as secções estratégicas para a insígnia, com a Garrafeira com especial protagonismo, o Bebé, a Beleza, o Pet Food», explica o responsável.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva