Insucesso profissional em debate

wfc_2Depois das edições em Cascais e no Porto, o World Failurists Congress (WFC) vai passar por Lisboa, no Fórum Picoas, e pela Bairrada, no Curia Tecnoparque, no próximo dia 7. O evento pretende “celebrar o falhanço e desmistificar o sucesso a nível profissional em que exemplos de falhanços profissionais são corajosamente partilhados por oradores convidados em participações de 10-15 minutos cada”, dizem os promotores.

O painel de oradores da terceira edição do World Failurists Congress inclui o grupo Fado Marialva, Marisa Gomes (da Federação Portuguesa de Futebol), Leonel Moura (artista), Pedro Chagas Freitas (escritor), Rui Salvador (toureiro), Ivar Corceiro (bloguer), Paulo Lousinha (arquitecto) e Paulo Teixeira de Morais (ex-político).

“Acabar com a ideia de que o falhanço profissional é final e fatal e que o sucesso aparece de um dia para o outro é o que move a causa Failurist”, explicam os promotores. “Quer-se provar que falhar faz parte do caminho que todos empreendemos nas nossas vidas profissionais e que o sucesso não é tão fácil e directo de atingir como por vezes se defende. Também se deseja mostrar que a inacção provocada pelo medo da temível palavra ‘F’ é, em si, uma falha. O pior que podemos fazer é, de facto, ficarmos quietos”, reiteram.

O público-alvo do evento são todas as pessoas com experiência profissional, contudo “os estudantes e recém-licenciados são fortemente chamados a estarem presentes para que o conceito de falhanço lhes possa ser incutido de uma forma mais positiva e útil para as suas futuras carreiras profissionais”.

Os bilhetes para o evento têm um custo de 10 euros e estão à venda no portal Last2Ticket.com. O programa completo pode ser consultado no site do evento.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?