Instagram passa a integrar anúncios

instagram-android_2É uma das redes sociais com maior ritmo de crescimento de sempre – em três anos ganhou cerca de 150 milhões de utilizadores – mas nunca obteve receitas. Contudo, a situação vai inverter-se. A empresa-mãe, o Facebook, anunciou que o Instagram vai passar a exibir anúncios nos “próximos dois meses”.

A publicidade vai começar por ser exibida na aplicação mobile do Instagram e apenas para os utilizadores norte-americanos, informou o Facebook numa nota publicada ontem no seu blogue oficial. De acordo com a empresa, será apresentado, nesta primeira fase, um “pequeno número” de imagens e vídeos publicitários de companhias que os utilizadores não têm necessariamente de seguir.

“Ver fotografias e vídeos de marcas que não segue será algo novo, por isso vamos começar devagar. Vamos focar-nos em apresentar um pequeno número de fotografias e vídeos de alta qualidade de marcas que já são excelentes membros da comunidade Instagram”, afirma a empresa liderada por Mark Zuckerberg. “O nosso objectivo passa por tornar qualquer campanha tão natural quanto as fotografias e vídeos que o utilizador já gosta das suas marcas favoritas”, acrescenta.

A rede social ressalva, contudo, que qualquer publicidade pode ser ocultada pelo utilizador. “Como sempre, o utilizador controla as suas próprias fotografias e vídeos. A introdução de publicidade não vai mudar este facto”, garante o Facebook.

A introdução de publicidade na rede social de fotografias Instagram permite ao Facebook preencher de uma só vez duas lacunas no seu negócio: por um lado, passa a rentabilizar, pela primeira vez, o Instagram; por outro, obtém mais uma fonte de receitas no segmento mobile, o que se revela fundamental para convencer os accionistas que o Facebook ainda tem margem para crescer.

Recorde-se que a maior rede social do mundo já tinha anunciado, através de Emily White, directora de operações do Instagram, e do próprio Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, a intenção de tornar o Instagram um negócio sustentável. Contudo, a empresa tinha anunciado que a publicidade chegaria apenas em 2014.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão