IKEA assegura que “Não há casa como a nossa”

Arranca esta quinta-feira (prolongando-se até 23 de Setembro) a mais recente campanha da marca IKEA e que apresenta a sua nova assinatura: “Não há casa como a nossa”. Uma assinatura que Helena Gouveia, responsável de marketing da IKEA Portugal, considera que transmite sentimentos de saudade positiva, empatia e personalização. Uma assinatura, de resto, que nasce do posicionamento interno da marca. «A IKEA conhece-me, inspira-me e ajuda a criar uma casa que só podia ser minha», explica a mesma responsável garantido que é dessa forma que é criada empatia com os consumidores.

Helena Gouveia lembrou esta manhã, num encontro com jornalistas, que a marca que conta com 75 anos de experiência e reinvenção, «mantém a mesma visão que é criar o melhor dia-a-dia para todas as pessoas, independentemente de onde vivam e do salário que tenham». A mesma profissional lembra que quando a marca chegou a Portugal «as pessoas viviam a casa de forma funcional sem auto expressão, mas nos últimos anos a casa é um símbolo de orgulho e partilha».

Apesar de ser uma marca global, tem liberdade para desenvolver conteúdos locais. Daí que, em Portugal, a IKEA se tenha posicionado como a marca que trata de temas importantes para a sociedade, lembra a responsável de Marketing.

Um caminho que tem vindo a ser trilhado também na comunicação. Razão pela qual, explica, todos os dias a IKEA procura conhecer melhor as pessoas e as rotinas das casas. «Visitamos casas e abrimos gavetas para perceber os problemas que as pessoas não conseguem resolver.»

E foi, precisamente, de ouvir os consumidores e colaboradores em loja que nasceu a campanha publicitária que arranca já esta semana. «Vamos dar a conhecer o posicionamento com histórias reais» que depois foram representadas por actores. Haverá uma nova história a cada nova estação e que se centrará num tema identificado na auscultação de consumidores e colaboradores. E se no Verão de 2019 o tema será as memórias nas casas das avós, na Primavera será contada uma história de positividade, no Inverno os desencontros em casal e neste Outono os conflitos familiares. «Trata-se da história real de Aline que foi entrevistada numa loja quando procurava mobília depois de ter saído de casa da mãe na sequência de uma discussão», conta a mesma responsável.

Trata-se de uma campanha que – com criatividade da The Hotel e planeamento da Mediacom – terá quase 50% do seu investimento em digital, incluindo o plano de meios ainda televisão, imprensa e rádio.

Catálogo IKEA

Já começaram a chegar às caixas de correio dos portugueses os catálogos IKEA que, todos os anos, apresentam as novidades da marca. Ao longo de três semanas serão distribuídos 2,5 milhões de exemplares.

Mas há mais. À semelhança do que aconteceu no ano passado, os portugueses membros do programa IKEA Family poderão personalizar a capa do seu catálogo nas lojas da marca a partir de dia 31 deste mês deixando-se fotografar no ambiente IKEA. Além do catálogo personalizado, a imagem poderá ainda ser partilhada nas redes sociais.

Escola da casa

Até ao final do ano deverá estar implementado em Portugal o projecto Escola da Casa. «Vamos ter vídeos tutoriais online, workshops de tendências nas lojas e um decorador que estará disponível online para responder às dúvidas das pessoas», explica Helena Gouveia, salientando que esta é a resposta da marca aos consumidores que têm alguma dificuldade em transpor para os seus espaços as soluções apresentadas pela marca em loja e no catálogo.

 

Fique já a conhecer o vídeo da campanha que arranca a 23 de Agosto:

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)