Hotelaria recupera mas não compensa

hoteis_2Só em Maio, os hotéis portugueses registaram mais de três milhões de dormidas de não residentes, um crescimento de 15,5% em relação ao ano passado, que contrasta com a quase estagnação (0,8%) da procura por parte de turistas nacionais, segundo dados da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).

Esta nova vaga de turistas estrangeiros vem sobretudo da Irlanda, Reino Unido e Alemanha e procura desde as praias do Algarve (16,2%), até às paisagens do Norte (11,7%) e dos Açores (11,6%) ou a história dos monumentos de Lisboa (10,7%). Mas há também cada vez mais chineses e angolanos.

Também o mês de Agosto apresenta bons números, em particular no Algarve. No entanto, e segundo a AHP, o aumento da ocupação é muito condicionado pelo preço, que impede que os hoteleiros recuperem as perdas dos meses anteriores.

Visível também este ano, junto dos portugueses, é a procura de outros destinos nacionais que não apenas o Algarve, bem como a redução do número de dias de férias. Segundo um inquérito online da AHP, 87% dos portugueses pretende gozar férias, mesmo que seja com um orçamento mais reduzido e estadia mais curta. Do total, 77% dos inquiridos pretende gozar férias fora da residência habitual, enquanto 67% opta por ficar em Portugal.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva