Hermès cria marca para o mercado chinês

070807_luxury_hmed_2ph2A Hermès anunciou recentemente que está a trabalhar numa marca específica para o mercado chinês, que terá como target principal “os chineses com poder de compra”. A ser lançada em Setembro, a Shang Xia (que, literalmente, significa “alto e baixo”), será uma marca completamente independente da Hermès, desenvolvida e produzida inteiramente por chineses. A primeira “Shan Xia” será localizada em Xangai e venderá, numa primeira fase, produtos para casa, incluindo serviços de mesa e mobiliário com motivos tradicionais chineses, funcionando numa lógica completar aos 18 espaços da Hermès já existentes no país.

Considerado o segundo maior mercado de produtos de luxo depois do Japão, a China tem registado uma exponencial expansão de negócio neste segmento, evidenciado pelo número de aberturas anunciadas por empresas como a Burberry’s – 66 novas lojas -, a Vivienne Westwood – 20 – ou a Ferragamo – 10.

E, ao que parece, a Hermès não é a única marca com uma estratégia de duplicação: a Levi’s Strauss parece ter também anunciado estar a criar uma marca exclusiva para o mercado chinês.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal