Há um novo japonês em Lisboa, do Grupo Go Natural

Chama-se Miss Jappa e é um novo conceito de comida japonesa que chega pela mão do Grupo Go Natural. Há algum tempo que Diogo e Joana Martorell, sócios-fundadores do Go Natural, vinham a maturar o sonho de abrir um espaço do género – «uma experiência de gastronomia japonesa, que fosse para além do sushi», explica Diogo. A entrada de Anna Lins para chef residente do Grupo, há cerca de um ano, foi o ingrediente que faltava para o concretizar. A partir de terça-feira, 1 de Março, e onde há anos residia o café Orfeu, no Príncipe Real, a Miss Jappa abre finalmente as portas para almoços e jantares. Já em soft opening esta semana – «para afinar todos os pormenores», conforme ressalta Diogo Martorell – a Miss Jappa irá então passar a estar aberta todos os dias da semana, excepto à segunda-feira. Isto, num espaço que tem 55 lugares no interior mais um pequeno terraço com jardim vertical, nas traseiras.

Miss JapaE se a proposta é de diferenciação face aos restantes espaços japoneses existentes em Lisboa, quis a dupla fundadora que nenhum pormenor ficasse ao acaso. A marca foi criada pela Born (que assina todos os trabalhos da Go Natural) e alguns artistas houve que foram convidados para darem alma ao restaurante. Como Filipe Pinto Soares que desenhou um candeeiro, o Sal Atelier, responsável pela loiça ou a Branca Lisboa que assinou algumas das cadeiras.

Depois, claro, há a ementa com assinatura de Anna Lins – anterior chef do restaurante Umai, que abriu com o marido e também chef Paulo Morais, e que passou também pelas cozinhas do Midori (Penha Longa) e da Bica do Sapato (sushi bar) – e que, além do sushi, «tem muitos outros pratos de gastronomia japonesa», diferentes dos existentes no mercado. A título de exemplo, Diogo refere a entrada Okonomiyaki, uma panqueca de couve na chapa com camarão, maionese de tonkatsu e lascas de atum seco, a sugestão de Tataki negro composto por salmão com alga nori, molho de agrião, wasabi e pimenta rosa, o quente Ramen de camarão, corvina, espinafres, courgete grelhada e ovo ou a sobremesa de leite creme de sésamo preto.

Os preços querem-se «competitivos», sendo que vai ser possível almoçar na Miss Jappa por 10 a 12 euros já que desenvolvidas foram três propostas de Menu de almoço, adianta o responsável.

Ainda diferenciadora será a carta de bebidas, com a oferta de uma gama alargada de cocktails, para acompanhar a refeição… ou não!

Feitas as contas, o investimento alocado ao lançamento da nova marca ronda os 250 mil euros.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pela primeira vez, há uma portuguesa a presidir a Multilaw
Automonitor
Via Verde Estacionar chega à Maia