Gucci expõe 91 anos de peças exclusivas no Korea Furniture Museum

gucci-redimensionadaA Gucci tem patente até ao próximo dia 12 de Maio, no Korea Furniture Museum (KOFUM) de Seúl, uma exposição exclusiva do seu arquivo histórico. “Um toque intemporal de artesanato: o património da Coreia e 91 anos de arquivo Gucci” é a designação da mostra, onde as peças mais exclusivas do acervo da marca italiana se encontram lado a lado com o trabalho de artesãos coreanos de móveis, numa “hanok”, casa tradicional coreana.

A exposição, fruto de um intercâmbio cultural internacional, visa promover o valor do artesanato tradicional. Além disso, com esta iniciativa, a Gucci pretende reflectir o valor que atribui ao património coreano, em linha com a sua filosofia de “respeito pela genuinidade das suas próprias raízes e pela sua tradição no artesanato”, informa em nota enviada às redacções.

Esta é a primeira vez que a Gucci expõe 80 peças do seu arquivo na Coreia. Os artigos pretendem simbolizar não só as tradições artesanais como também a singularidade do Museu Gucci, situado em Florença, cidade italiana que serviu de berço à marca.

«A exposição foi projectada com o intuito de demonstrar o reconhecimento da Gucci pela longa história do artesanato coreano», explicou no mesmo comunicado Frida Giannini, directora criativa da Gucci. «Gucci e KOFUM partilham da filosofia de que o património é a base fundamental do progresso e espero que os visitantes venham apreciar esta colecção única», rematou.

 

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?