Governo proíbe publicidade enganosa na saúde

O Conselho de Ministros aprovou, ontem, novas regras da publicidade no sector da saúde com o objectivo de proibir anúncios que enganem os consumidores. Em causa está a comunicação de serviços anunciados como gratuitos, com descontos ou promoções mas que, na verdade, implicam, depois, algum tipo de custos para os clientes.

A mudança chega depois de sete ordens de profissionais de saúde terem feito queixa da desregulação existente na publicidade e da falta de controlo.

O projecto de decreto-lei aprovado diz respeito a todo o tipo de actividades de saúde, incluindo métodos convencionais e não convencionais e ainda serviços complementares de diagnóstico e terapias.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Kapten lança função de arredondamento solidário