Google leva internautas numa viagem à ilha que parece Marte

A Ilha de Devon é considerada a maior ilha desabitada do planeta. Curiosamente, os factores que a tornam inóspita também fazem dela o local com o ambiente mais próximo de Marte na Terra e, por isso, essencial para investigadores. Conhecida precisamente como “Marte na Terra”, a ilha já está ao alcance de todos: bastam alguns cliques para embarcar numa visita virtual.

Tudo porque a Google expandiu o raio de alcance da sua ferramenta Street View a esta ilha canadiana, sendo que foram precisos sete voos e 72 horas para conseguir, finalmente, aterrar na Ilha de Devon e captar as imagens necessárias à experiência. Katja Minitsenka program manager da Google, explica que o projecto teve por base um convite por parte de Pascal Lee, presidente do Mars Institute e director do Haughton-Mars.

De acordo com a responsável, a expedição à Ilha de Devon permitiu conhecer alguns dos lugares de maior interesse para pesquisa, nomeadamente a cratera Haughton, o Astronaut Canyon e os antigos leitos de lagos de Breccia Hills. «O que mais chama a atenção na Ilha de Devon é a sua vastidão e o quanto desolador pode ser. No entanto, cada rocha, colina e desfiladeiro conta uma estória. Breccia Hills, por exemplo, está repleta de cones quebrados, rochas criadas pelo impacto dos meteoritos de há milhões de anos», conta.

Além de captar imagens para o Street View, a Google gravou a experiência com um Pixel 3, criando o primeiro documentário filmado num smartphone da tecnológica.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Airbus vai ter open day. Há 90 vagas para fábrica portuguesa
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift