Google escapa a multa da União Europeia

google-navegador_2A Google comprometeu-se a fazer alterações “significativas” na forma como as empresas rivais aparecem nos resultados do seu motor de busca, numa tentativa de evitar uma multa milionária da União Europeia por alegadas acções anti-concorrenciais.

As alterações que a gigante norte-americana se prepara para implementar deverão ser suficientes para colocar um ponto final numa investigação que se arrasta há três anos, adiantou o comissário europeu da concorrência, Joaquin Almunia. A companhia era acusada de dar prioridade nos resultados de pesquisas aos seus próprios produtos e serviços, em detrimento dos da concorrência. A Microsoft (que detém o motor de pesquisa Bing) era uma das 18 empresas queixosas no processo.

«Vamos fazer alterações significativas na forma como a Google opera na Europa», garantiu Kent Walker, advogado da Google. «Temos vindo a trabalhar com a Comissão Europeia para resolver todos os problemas que foram apontados», acrescentou.

Com base no acordo agora alcançado – e que deverá estar em vigor ao longo dos próximos cinco anos – a Google compromete-se a mostrar os logótipos e os links de três rivais em qualquer pesquisa, numa caixa própria. Para além disso, a Google deverá minimizar as restrições que previnem os anunciantes de mudarem as suas campanhas para plataformas rivais do AdWords, como a ferramenta de pesquisa da Yahoo ou o Microsoft Bing.

A Google escapa assim a uma multa que poderia ascender a 5 mil milhões de dólares (cerca de 3,7 mil milhões de euros), ou 10% das suas receitas globais em 2012. Mas acima de tudo consegue minimizar os danos na sua imagem na Europa, um mercado onde a companhia detém 75% de quota nas pequisas online, segundo os dados da Comscore.

Recorde-se que no ano passado a Google enfrentou uma investigação semelhante nos EUA, tendo chegado a acordo com a Comissão Federal do Comércio (FTC, na sigla inglesa) norte-americana, que também decidiu não aplicar qualquer multa à gigante tecnológica.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?