Google digitaliza cultura portuguesa

A Google e o Ministério da Cultura lançaram o projecto Portugal Arte & Património, uma iniciativa que resulta na digitalização de vários museus portugueses, permitindo o acesso a mais de três mil obras do património cultural nacional.

Este projecto, que resulta da parceria do Google Arts & Culture com a Direcção-Geral do Património Cultural, e com a colaboração da Direcção-Geral do Património Cultural, permitiu a captação do interior de 21 dos 22 museus abrangidos com recurso à tecnologia street view (não foi possível realizar esse trabalho no museu Soares dos Reis). Foram também produzidos 18 tours em realidade virtual e registadas 3600 imagens, das quais mil captadas com a Art Camera, a máquina fotográfica de alta resolução da Google. A título de exemplo, a Google conseguiu capturar fotografias com 140 mil milhões de pixeis, que permitem fazer um zoom detalhado de vários objectos de arte portuguesa.

«É o primeiro lançamento de 2019 para este projecto cultural da Google. Decidimos começar por Portugal porque ainda não tínhamos conseguido trabalhar com uma grande instituição cultural. Conseguimos digitalizar grandes marcos da cultura portuguesa e torná-la acessível por todo o mundo. No entanto, este projecto não vai afastar as pessoas dos museus. Aliás, vai inclusive despertar ainda mais vontade de os visitar», afirma Amit Sood, director do Google Cultural Institute.

Graça Fonseca, ministra da Cultura, realça o papel da tecnologia para globalizar o acesso à cultura, levando Portugal a qualquer parte do mundo, ao mesmo tempo que se preserva o passado.

«É uma viagem na história do nosso País, identidade e o melhor que temos para mostrar ao mundo ao longo de quase mil anos. Esta plataforma mostra-nos o que não conseguimos ver a olho nu. Isto é muito importante para o turismo mas também para os portugueses, para que cada um dos nós possa conhecer o que nos distingue no mundo. Há também um potencial de internacionalização enorme, pois pode despertar o interesse de alguém a milhares de quilómetros para visitar o nosso País. Mas também é importante para os investigadores que têm acesso a conteúdos de elevado detalhe», explica na apresentação do projecto, que decorreu esta manhã.

A ministra espera também que este seja apenas o primeiro momento de uma parceria de longa duração entre a cultura portuguesa e a Google, deixando já um desafio à gigante tecnológica. «Queremos desenvolver novas ideias, como, por exemplo, dar mais relevância às mulheres e ao seu papel na cultura e artes. E temos potencial para aproximarmos as gerações mais novas aos museus e gostaríamos de ter uma versão deste projecto focado nas crianças, para que possam ser consumidores de arte de todo o mundo», finaliza Graça Fonseca.

As colecções de Portugal: Arte e Património estão disponíveis no site e na aplicação do Google Arts & Culture.

Texto de Rafael Paiva Reis

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)