Google alerta para os perigos das lojas de apps

No ano passado, somente 0,8% dos dispositivos Android que usaram exclusivamente o Google Play para o download de aplicações foram afectados por PHAs (ameaças potencialmente perigosas). Por outro lado, dispositivos que instalaram aplicações descarregadas através de outras lojas foram afectadas oito vezes mais.

Ainda assim, a Google garante que mesmo esses equipamentos registaram uma quebra de 15% nos ataques de malware devido às políticas de vigilância e protecção da tecnológica: o Google Play Protect impediu 1,6 mil milhões tentativas de instalação de apps PHAs com origem em outras lojas de aplicações.

Segundo o Relatório Anual de Segurança e Privacidade Android 2018, o programa Google Play Protect verifica mais de 50 mil milhões de apps todos os dias em mais de dois mil milhões de equipamentos.

A Google indica ainda que, no quarto trimestre do ano passado, se registou uma subida de 84% no número de dispositivos que recebeu uma actualização de segurança, face ao mesmo período de 2017.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva