Garrett McNamara dá 5 dicas para não poluir o oceano

Em antecipação do Dia Mundial da Água, assinalado já na próxima sexta-feira, dia 22, Garrett McNamara convida todos os portugueses a adoptar algumas práticas em prol da protecção dos oceanos. O surfista, que também é embaixador da campanha “Clean the Sea for Your Future” da Yamaha, juntou cinco dicas:

1 – Organizar uma limpeza à praia com as crianças. Garrett McNamara lembra que as crianças são a nova geração de líderes do futuro e que é importante que tenham consciência do impacto das suas acções. Nesse sentido, poderá ser boa ideia juntar um grupo de crianças e organizar uma limpeza à praia para que percebam o impacto real que o lixo tem no meio ambiente;

2 – Trazer sempre mais lixo da praia do aquele que se levou. O surfista aconselha também os portugueses a colocarem nos contentores o lixo que levarem consigo para a praia, reciclando sempre que possível. Além disso, podem fazer o mesmo com resíduos que encontrem no areal;

3 – Fazer escolhas conscientes. Sabendo que a maior parte do plástico produzido acaba no mar, a terceira dica de Garrett McNamara passa por evitar ao máximo o consumo deste material – principalmente o de uso único. Que tal trocar os sacos de plástico e a película aderente por sacos de pano reutilizáveis?;

4 – Apoiar uma organização ou projecto que defenda os oceanos. “Reverter as estatísticas está ao alcance de todos mas ganha mais poder quando é feita de forma organizada”, sublinha Garrett McNamara. Por isso, os portugueses podem contribuir através do apoio a uma organização ou projecto que defenda os oceanos;

5 – Usar equipamentos de lazer no mar de marcas ecologicamente conscientes. Recorrer a marcas que juntam segurança e ecologia é a última dica apresentada pelo surfista. De acordo com Garrett McNamara, a Yamaha é uma dessas marcas, tendo investido no desenvolvimento de motores mais sustentáveis (maior potência e menor consumo de combustível).

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão