Fusão da Zon com a Sonaecom poderá passar apenas pela Optimus

O modelo que está em cima da mesa para uma possível fusão entre a Zon Multimédia e a Sonaecom passa apenas pela integração das duas operadoras, mantendo-se a Sonaecom como accionista da nova entidade, avança a edição de hoje do Diário Económico.

Desta forma, segundo a mesma fonte, fora do acordo ficam os activos da área de Software e Sistemas de Informação (SSI), que agrega as empresas de tecnologia da Sonaecom, bem como o negócio de media, onde se integra o jornal Público – que atravessa um plano de redução de custos que prevê o despedimento de 48 trabalhadores. “A fusão deverá antes ocorrer apenas ao nível das operadoras de telecomunicações, aproveitando a complementaridade entre o negócio de televisão paga da dona da ex-TV Cabo e os clientes móveis da Optimus”, adianta o Diário Económico, acrescentando que o acordo deverá ser anunciado em breve.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
7 formas para se voltar a apaixonar pelo seu trabalho
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo