Fruut corta plástico das suas embalagens em 25%

As novas embalagens da Fruut são mais amigas do ambiente. A marca portuguesa dedicada ao desenvolvimento de snacks 100% naturais está a reduzir em 25% o plástico presente no packaging dos seus produtos. «Reconhecemos que temos de fazer sempre mais e melhor e que o plástico representa uma ameaça para o nosso planeta», explica Filipe Simões, director executivo da Frueat, empresa que detém a Fruut.

A médio prazo, adianta o mesmo responsável, serão apresentadas outras medidas no mesmo sentido, que permitam a eliminação progressiva do plástico das embalagens da marca. «Movemo-nos por ideais e, quando idealizámos a Fruut, definimos a missão de contribuir para a melhoria dos hábitos alimentares e para um mundo mais sustentável», sublinha Filipe Simões.

A redução de 25% do plástico permite também poupar cartão, uma vez que passa a ser possível colocar mais embalagens em cada uma das caixas de transporte. A Fruut acredita que a mudança representa também mais conveniência para os consumidores, que não terão desculpa para não andar sempre com um snack na mochila, carteira ou até bolso do casaco.

A par da mudança na composição, as embalagens foram também alvo de um processo de rebranding, sendo que a principal preocupação foi de criar uma imagem mais apelativa, contemporânea, jovem e com cores vibrantes que chamassem a atenção do consumidor. A nova imagem visa ainda apelar aos mercados internacionais, pelo que podem ser encontradas oito línguas em cada variedade.

«Sentimos necessidade de optimizar a embalagem e torná-la passível de estar nos lineares de países estrategicamente seleciconados. Actualmente, as embalagens Fruut têm oito línguas, o que nos dá confiança e força para abordar os mercados definidos como prioritários», acrescenta o director executivo.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual