Fotosport: Do rolo fotográfico ao cartão de memória

São mais de 70 anos de um nome que quase se tornou sinónimo de fotografia e que, durante décadas, se focou exclusivamente no formato físico. Só que, entretanto, a Fotosport diversificou o negócio, digitalizando-o, para estar, hoje, adaptada às novas necessidades dos consumidores e chegar a um público mais jovem… que está a conquistar.

Texto de Rafael Paiva Reis

Revelar um rolo fotográfico era uma experiência comum após regressar das férias. Fotografias contadas, que cada disparo tinha de ser a valer, umas quantas desfocadas, mas rumavam todas ao álbum desse ano. A digitalização mudou esse hábito e todo o panorama fotográfico. E mudou também os desafios das empresas que operam no sector. Exemplo disso é a Fotosport, empresa portuense que está a celebrar 70 anos e que se tem vindo a adaptar às mudanças no mercado.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Outubro de 2021 da revista Marketeer.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...