Fnac conta o que mudou em Portugal desde 1998

Em 20 anos, a Hannah Montana passou a Miley Cyrus, os vinis voltaram a estar na moda e o telemóvel deu lugar ao smartphone. Estas e outras mudanças no mundo fazem parte do manifesto do 20.º aniversário da Fnac em Portugal, apresentado ao público num anúncio sob o mote “Não Pares de Crescer”.

O objectivo do manifesto é celebrar a evolução dos portugueses com a cultura, entretenimento e tecnologia. A voz e rosto de cada uma das alterações indicadas pertencem a colaboradores, artistas e autores portugueses.

Adolfo Luxúria Canibal, Ana Maria Magalhães, Camané, Isabel Alçada, João Pedro Pais, Júlio Magalhães, Richard Zimler e Valter Hugo Mãe são os convidados conhecidos do público. A eles juntam-se alguns dos funcionários das lojas Fnac.

Inês Condeço, directora de Marketing e Comunicação da Fnac Portugal, considera que “Não Pares de Crescer” é uma forma de valorizar a história da marca no País, onde «tanto mudou para melhor, não tirando os olhos do futuro com a mesma irreverência e curiosidade que pautou os primeiros momentos».

Plataformas digitais, rádio e lojas Fnac são os canais escolhidos para dar a conhecer a campanha de aniversário.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva