Festival ao Largo pela primeira vez em Santarém e Évora

A sétima edição do Festival ao Largo arranca já na próxima semana, a 3 de Julho, para cumprir o seu propósito de levar pessoas ao Teatro Nacional de São Carlos ou, mais concretamente, ao seu largo. No entanto, este ano, a festa vai mais longe com novidades que incluem a extensão dos espectáculos a largos de Santarém e Évora através da emissão em directo a partir da RTP2.

O projecto Festival ao Largo Millennium bcp nas Praças é o responsável pela projecção ao vivo dos concertos e bailados no Largo Visconde Serra do Pilar, em Santarém, e na Praça do Sertório, em Évora, tendo em vista a descentralização das artes em Portugal.

Outra novidade passa pelo foco desta edição em atrair os mais novos com orquestras juvenis a viajarem da Bélgica e do Luxemburgo para Lisboa para apresentarem, em conjunto, com a portuguesa, o trabalho dos mais jovens na música. O objectivo é não só demonstrar que o futuro da música está assegurado mas também acabar com o mito de que ir ao São Carlos é uma actividade elitista.

Para isso contribui também o espectáculo de abertura “Broadway e o Novo Mundo”, a 3 de Julho, com Sofia Escobar como solista de temas de alguns dos mais famosos musicais, incluindo os de Andrew Lloyd Webber.

Até 25 de Julho, às portas do São Carlos, com organização do Organismo de Produção Artística (OPART), o Festival ao Largo vai apresentar ainda a estreia mundial de uma ópera portuguesa “Diálogo com o Oriente”, marcada para 10 de Julho.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo