Farfetch quer ser gigante do luxo no Médio Oriente

Depois de ter partido em direcção à China através da JD.com, a Farfetch está de olhos postos no Médio Oriente. A empresa portuguesa estabeleceu uma parceria com o Grupo Chalhoub no sentido de criar um novo gigante das marcas de luxo nesta região.

O resultado é uma joint-venture que promete unir a experiência e conhecimento do retalho, distribuição e serviços de marketing para a indústria do luxo do Grupo Chalhoub à plataforma de comércio electrónico, tecnologia e logística da Farfetch. De acordo com a empresa liderada por José Neves, a Farfetch conta já com uma forte base de clientes na região, mas o novo acordo permitirá aumentar o raio de alcance.

O plano passa por lançar o site da Farfetch em língua árabe já no primeiro semestre deste ano, desenvolver uma curadoria para o consumidor local e aumentar o fornecimento local através da integração da rede de lojas e parceiros do Grupo Chalhoub. Está a ser pensada também uma solução para clientes VIP, como a própria Farfetch indica, e que inclui serviços personalizados.

A suportar esta aposta no Médio Oriente estará a abertura do primeiro escritório da Farfetch na região, mais concretamente no Dubai.

José Neves, fundador e CEO da Farfetch, considera o Médio Oriente extremamente importante para o crescimento da empresa: «A nossa parceria com o Grupo Chalhoub representa o nosso compromisso em sermos conscientes e minuciosos no que diz respeito aos nossos esforços de expansão na região, que representa uma oportunidade para o nosso negócio e para as marcas e boutiques que trabalham connosco em todo o mundo.»

Patrick Chalhoub, CEO do Grupo Chalhoub, avança que o primeiro fruto visível da parceria será a presença das marcas Level Shoes, Level Kids e Tyrano na plataforma online da Farfetch, pasando a estar ao alcance de consumidores de qualquer parte do mundo.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Já conhece os novos sinais de trânsito?